Palmas, Tocantins -
Redação

Redação


Colunista do editorial Curtas

Dia da Mulher

Seduc promove um dia com atividades especiais para as servidoras da Educação

- Atualizada em
Elias Oliveira

A Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes (Seduc) preparou uma programação especial em comemoração do Dia Internacional da Mulher. Ao longo do dia, além das felicitações, as servidoras da pasta participam de palestras, apresentações musicais, massoterapia e concorrem a brindes. Depois de recepcionadas com tapete vermelho, as mulheres da Seduc foram parabenizadas pelo padre Aderson Alves dos Santos, da paróquia São Francisco de Assis, de Palmas. Popular no Tocantins pela alegria e descontração, ele falou sério sobre a valorização da mulher e o combate à violência feminina. “A mulher existe para ser amada, respeitada. Ela é o único ser humano capaz de gerar a vida. Sem elas não existiríamos. E ainda assim, com tantas leis, tecnologia e acesso a informações, as mulheres ainda sofrem muitos tipos de violência. O Papa Francisco, por ocasião desse dia, afirma que as mulheres são a harmonia do mundo e que matar a mulher é matar a harmonia do mundo. Precisamos refletir sobre isso e valorizar cada mulher que está ao nosso lado, em casa, no trabalho, e em todos os lugares”, enfatizou o padre. A titular da Seduc, Adriana Aguiar, não economizou nas palavras para descrever as qualidades das mulheres da Pasta. “Esta é uma justa homenagem, preparada com muito carinho, para as guerreiras que se dedicam a cumprir a missão que nos foi dada: a de educar. Neste dia, queremos agradecer a cada uma dessas mulheres que têm se doado com coragem e determinação às lutas da Educação, mas também às lutas do cotidiano, em busca do reconhecimento, de seus espaços, seja como profissional, como mãe, ou em qualquer outro papel que desempenhem”, frisou a secretária de Estado.