Palmas, Tocantins -

Curtas

Redação

Redação

Colunista do Editorial Curtas


Hospital de Campanha de Palmas
160 visualizações

SEET e SETO afirmam que não houve acordo com Instituto sobre salários do Edital

- Atualizada em
Reprodução/SEET

O Sindicato dos Profissionais de Enfermagem no Estado do Tocantins (SEET) e o Sindicato dos Enfermeiros no Estado do Tocantins (SETO) afirmaram nesta terça-feira, 11, que não fizeram acordo com o Instituto Saúde e Cidadania (ISAC), responsável pela administração do Hospital de Campanha que funcionará em Palmas, sobre os salários publicados no Edital. O SEET e o SETO contestam a nota encaminhada pelo Instituto, o qual informou que os salários publicados foram baseados na convenção trabalhista em vigor e que foi definida com a participação dos órgãos de representação das categorias. Os sindicatos ressaltam que consideram que os valores descritos no referido Edital não condizem com uma remuneração justa que os profissionais deveriam receber, principalmente diante do atual cenário epidemiológico, que exige alta responsabilidade no exercício da função. "Os valores descritos não correspondem aos valores de um salário justo e digno, e desvaloriza os profissionais da categoria, que diariamente estão na linha de frente do combate ao Covid-19, prestando atendimento direto ao paciente, arriscando suas vidas e de seus familiares em prol da saúde e bem estar da comunidade", destacam.

Outras Notícias