Palmas, Tocantins -

#Eleições2016


Eleições municipais no TO
361 visualizações

Justiça Eleitoral aponta que mais de 18 mil pessoas trabalharão nas eleições

O pleito está envolvendo mais de 18 mil pessoas, entre eles juízes eleitorais, promotores, analistas e técnicos judiciários, servidores, terceirizados, forças de segurança, mesários e apoio
- Atualizada em
Descrição: Eleições acontecem em 2 de outubro Foto: Ascom/TRE-TO

A Justiça Eleitoral do Tocantins realiza neste domingo, 2 de outubro, mais uma eleição, que já vem sendo preparada desde o encerramento do último pleito, em 2014, quando foram traçadas as metas e ações a curto, médio e longo prazo durante o Projeto Avaliação das Eleições. O pleito está envolvendo mais de 18 mil pessoas, entre eles juízes eleitorais, promotores, analistas e técnicos judiciários, servidores requisitados, terceirizados, integrantes das forças de segurança, mesários e pessoal de apoio.

 

Do Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins são 300 servidores envolvidos e, para dar suporte às zonas eleitorais, 39 destes servidores da Secretaria do TRE foram treinados e estão dando suporte aos chefes de cartório do interior do Estado. Além disso, mais de 300 veículos requisitados também servirão a Justiça Eleitoral para atuar no transporte dos eleitores. A ação é regulamentada pelo Tribunal Superior Eleitoral.

 

“A Justiça Eleitoral tem trabalhado para garantir a efetividade do processo eleitoral. Com certeza a nossa missão será cumprida, graças ao esforço e atuação dos servidores, que têm se desdobrado para realizar um pleito de excelência. Lembrando ainda que o exercício do voto é o maior poder que o cidadão tem para a garantia da democracia com a escolha dos prefeitos e vereadores nos 139 municípios tocantinense neste domingo, 2 de outubro”, disse a presidente do TRE-TO, desembargadora Ângela Prudente.

 

Dia das eleições

Os portões abrem às 8 horas e fecham às 17 horas e o eleitor deve comparecer ao local de votação munido de documento oficial com foto. Serão 1.037.063 no Tocantins que poderão votar. Para atender o eleitorado tocantinense, a Justiça Eleitoral conta com o apoio de 14.536 mesários, distribuídos nos 139 municípios. Serão oferecidas 3.634 seções eleitorais em 887 locais de votação.

 

Serão disponibilizadas 5.010 urnas eletrônicas que já foram distribuídas entre as 35 zonas eleitorais do Estado que já conta com 70% do seu eleitorado apto ao voto biométrico. Serão 74 municípios usando a tecnologia.

 

Os eleitores ainda terão à sua disposição vários aplicativos como Pardal, JE Processos, Apuração, Agenda JE, Agregador, Onde Votar ou Justificar, Apuração, Mesário, QR Code.

 

O eleitor também poderá consultar seu local de votação pelo SMS 62 733. O serviço é gratuito e funcionará até o dia 3 de outubro. Basta adicionar o número do título ao corpo do texto e enviar.

 

O número 0800 64 86 800 está à disposição do cidadão e os servidores do setor estarão em plantão neste sábado, e domingo a partir das 7 horas, para receber denúncias, tirar dúvidas e esclarecer demais informações sobre o pleito.

 

No dia do pleito é realizada a Votação Paralela, que serve para auditar o processo de voto eletrônico dando segurança e transparência.

 

Segurança

Para resguardar o direito do cidadão ao voto a Justiça Eleitoral atua com a Comissão de Segurança Institucional (formada pela Polícia Federal, Polícia Militar, Civil, Corpo de Bombeiros e Exército), a qual dará suporte às 35 zonas eleitorais. O Gabinete com os integrantes das forças de segurança será montado no sábado (1/9), na sede do TRE-TO. Ao todo serão 3 mil policiais militares, 80 policiais federais (entre agentes, delegados e escrivães), 300 policiais civis, 70 bombeiros, 50 agentes da PRF e 50 do Exército.

 

Também será garantida a segurança por meio das Forças Federais (exército) que atuará nas aldeias indígenas da 5ª ZE de Miracema, 32 ZE de Goiatins e 17ª ZE de Pedro Afonso. No Tocantins os eleitores indígenas que votam contabilizam 4.615, que votam em 25 seções eleitorais. As tribos Xerente, das aldeias Porteira, Rio Sono e Brejo Comprido, que fazem parte do município de Tocantínia, na 5ª ZE de Miracema do Tocantins, os da etnia Javaé e Karajá, das aldeias Macaúbas, Santa Isabel do Morro e Fontoura, em Lagoa da Confusão, 13ª ZE e os indígenas da etnia Xerente, da aldeia Lajeado em Pedro Afonso 23ª ZE irão votar pelo sistema biométrico. 

 

Tecnologia

Para as regiões de difícil acesso (aldeias e povoados) foram disponibilizados 22 kits para conexão com a internet via satélite. A iniciativa visa garantir a transmissão dos boletins de urna. O sistema JE Connect, tecnologia desenvolvida no Tocantins, para agilizar a transmissão dos resultados das urnas também será utilizado.

 

As decisões da Justiça Eleitoral também estão tendo ampla divulgação com a disponibilização do Mural Eletrônico, disponível no site: www.tre-to.jus.br e a transmissão ao vivo das sessões pelo youtube: justicaeleitoralto.

 

(Com informações da Ascom/TRE-TO)