Palmas, Tocantins -

#Eleições2016

Ver comentários
Encontro no Palácio Araguaia
5.804 visualizações

Miranda recebe Amastha e diz que prefeito apresentou melhor proposta para Palmas

Na manhã desta segunda-feira, 3, o prefeito reeleito de Palmas, Carlos Amastha, e governador Marcelo Miranda se reuniram para discutir parcerias. Miranda reconheceu e parabenizou o projeto de Amastha
- Atualizada em
Amastha e Miranda se reúnem no Palácio Araguaia Foto: T1 Notícias

Um dia depois da eleição, visando discutir uma agenda de parcerias entre o governo do Estado e a prefeitura de Palmas, o governador Marcelo Miranda (PMDB) recebeu o prefeito reeleito da Capital, Carlos Amastha (PSB) na manhã desta segunda-feira, 3, no Palácio Araguaia. O encontro foi marcado por muitos elogios e Miranda reconheceu que Amastha apresentou a melhor proposta e por isso mereceu ser vitorioso na Capital.

 

“Eu acho que ele apresentou uma boa proposta, foi vitorioso, consequentemente os adversários [políticos] terminaram ontem. Eu sempre o respeitei, entendo que ele fez uma bela gestão. Nós temos que reconhecer isso”, disse Miranda. Segundo o governador, com o fim da eleição, o importante agora é discutir Palmas. “Disse ontem mesmo ao prefeito que estaríamos dispostos a recebê-lo para começar uma agenda positiva. A eleição terminou ontem, hoje estamos discutindo o que realmente é melhor para Palmas”, ressaltou Marcelo Miranda.

 

Ao comentar sobre as críticas feitas à gestão do governo estadual, durante a campanha política, Amastha disse que “o processo eleitoral passou, houve um enfrentamento, evidente porque o Palácio tinha um candidato, a vice-governadora era nossa adversária, precisávamos derrotar e graças a Deus derrotamos. Mas passou, e eu tenho o meu governador, que eu preciso dele para continuar avançando”, afirmou Amastha.

 

Ainda sobre as críticas feitas várias vezes por Amastha à crise na Saúde que o Estado enfrenta, o prefeito disse que faz parte do momento político. “Destacamos estas particularidades da gestão estadual, porque estávamos em um período político, o problema da saúde do Estado o governador resolve e nós resolvemos o nosso”, disse Amastha.

 

Ainda segundo o prefeito reeleito, no encontro não foi tratado nenhum assunto político. “A disputa política para 2018 fica para 2018, nós temos uma cidade para administrar. Nós vamos continuar trabalhando”, garantiu o prefeito.

 

Amastha ressaltou que mesmo durante a campanha política os projetos de parceria entre o Governo do Estado e a prefeitura continuaram em andamento. “Na política houve alguém querendo dizer que foi eu, foi você, mas não. Fomos nós que resolvemos. Sem o papel da prefeitura jamais teria sido resolvido e sem a participação do Estado, muito menos ainda”, destacou.