Palmas, Tocantins -

Em Debate

Dr. Andrés G. Sánchez

Dr. Andrés G. Sánchez

as.cardio2004@gmail.com


Viagem na Pandemia
587 visualizações

Covid-19: cuidados ao viajar de avião durante a pandemia

Com a pandemia de Covid-19, as pessoas precisam de atenção redobrada quanto aos cuidados de proteção para evitar os riscos da contaminação do vírus. Confira as dicas para uma viagem segura.
- Atualizada em
Divulgação/Brasil Travel News

A pandemia do novo coronavírus exige das pessoas muita atenção nos cuidados para evitar riscos de infecção. Antes de viajar, confira, a seguir, orientações essenciais para a proteção de sua saúde, dos demais passageiros e dos profissionais do setor aéreo.

 

Preparação para a viagem

 

  1. Máscara

 

Providencie máscara, pois seu uso é imprescindível durante toda a viagem. Ela é uma proteção indispensável contra o vírus e deve ser usada por todos, no aeroporto e dentro da aeronave. A utilização da máscara é fundamental para a proteção do passageiro, dos demais viajantes, das pessoas que trabalham nos aeroportos e dos tripulantes.

 

       2. Check-­in

 

Preferencialmente, para reduzir sua exposição a riscos desnecessários, faça o seu check-­in pela Internet. Porém, se precisar de atendimento no check-­in de embarque no aeroporto, mantenha o distanciamento físico mínimo de segurança entre as pessoas, que é de 2 metros.

 

     3. Álcool em gel

 

Tenha consigo álcool em gel, que é um dos produtos recomendados para manutenção da higiene pessoal e proteção contra o contágio por coronavírus. Este produto pode e deve ser utilizado durante viagens aéreas, mas é preciso observar as regras para transportá-­lo na bagagem de mão: em voos nacionais, é limitado a 500 ml, no máximo. Em voos internacionais, os frascos de álcool em gel devem ter capacidade máxima de 100 ml e ser de plástico transparente. Em ambos os casos, a embalagem deve ter fechamento perfeito, para prevenir a liberação do conteúdo.

 

No aeroporto

 

  1. Proteção para funcionários

 

Todos os profissionais que trabalham no sistema de transporte aéreo devem utilizar EPIs (Equipamentos de Proteção Individual), como máscaras, luvas e vestuário especial, se necessário, para se protegerem e afastarem o risco de contágio do novo coronavírus.

 

       2. Higienização das mãos

 

Além do uso do álcool em gel, lavar as mãos com água e sabão, sempre que possível, é um hábito muito importante.

 

      3. Distanciamento entre pessoas

 

Manter o distanciamento físico no aeroporto é medida essencial de prevenção. Sempre que possível, deve-­se observar a distância de, aproximadamente, 2 metros entre os passageiros em filas ou nas áreas comuns do aeroporto.

 

      4. Assentos

 

A mesma regra de distanciamento nas filas e nos espaços comuns do aeroporto é sugerida para os assentos. Recomenda-­se à administração do terminal que bloqueie parte dos assentos, a fim de evitar a proximidade física entre os passageiros que aguardam seus voos.

 

     5. Aglomerações

 

Assim como em nosso dia ­a dia, a orientação geral para o transporte aéreo é evitar aglomerações, especialmente nas praças de alimentação, nos momentos de check‐in e no embarque, que exige atenção especial porque as pessoas ficam ansiosas para entrar na aeronave. Recomenda‐se aguardar a sua vez, observando o distanciamento necessário entre as pessoas.

 

     6. Banheiros

 

Os banheiros do aeroporto precisam ser mantidos sempre limpos, com desinfecção completa pelo menos 3 vezes ao dia. Os banheiros devem estar supridos com sabonete líquido, água corrente e papel toalha.

 

   7. Higienização do espaço

 

Os ambientes e equipamentos do aeroporto devem ser limpos e desinfetados com frequência, reforçando-­se a higienização de locais de maior toque, como elevadores, corrimãos, braços de cadeiras, carrinhos de bagagem, passador de escadas rolantes, bebedouros e maçanetas das portas dos banheiros.

 

Na aeronave

 

  1. Segurança do ar a bordo

 

Precisa viajar e está com receio de permanecer na aeronave? Fique tranquilo. As aeronaves comercias contam com um sistema de filtragem que renova o ar a cada 3 minutos e captura cerca de 99% das partículas. Mas não se esqueça de usar de máscara durante todo o voo.

 

        2. Desembarque

 

O desembarque é uma etapa da viagem que merece atenção especial. Para reduzir os riscos de contágio do Covid-­19, após o pouso, permaneça sentado, até que receba autorização da tripulação para se levantar, retirar sua bagagem e deixar a aeronave.

 

      3. Serviço de bordo

 

Quando houver serviço de bordo, os comissários deverão adotar cuidados adicionais, como redução da manipulação de embalagens e dos deslocamentos na aeronave.

 

Devem ser priorizados alimentos e bebidas servidos em embalagens individuais e recipientes fechados, higienizados antes do oferecimento do serviço.

 

     4. Higienização

 

Antes de cada embarque, a limpeza e a desinfecção da aeronave deve abranger superfícies de banheiros, braços das poltronas, cintos de segurança, mesinhas de refeição, telas touchscreen, saídas do sistema de ar condicionado, botões de chamada de comissário e luz individual, maçanetas das portas (banheiros e compartimentos de bagagem de mão) e janelas.

 

Após o desembarque

 

  1. Distanciamento entre pessoas

 

Após sair da aeronave, lembre­‐se das regras para evitar aglomerações.

 

        2. Transporte

 

Visando evitar aglomerações, motoristas profissionais ou familiares não poderão permanecer aguardando dentro do aeroporto. Planeje a sua saída do aeroporto.

 

Tenha uma segura e ótima viagem

 

Cumprindo as recomendações da ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil), você pode ter uma viagem segura.

 

Lembre-­se de voar somente quando necessário e boa viagem!

 

Dr. Andrés G. Sánchez

CRM-TO 2290

Cardiologista RQE 991

Hemodinâmica RQE 1.001

MBA Gestão em Saúde FGV

Comitê de COVID do CRM-TO

Outras Notícias