Palmas, Tocantins -

Em Debate

Luana Ribeiro

Luana Ribeiro

372@teste.com


Em Debate
3.874 visualizações

Jeito de interior e muito por fazer

Luana Ribeiro lembra que por Palmas ser uma cidade nova, ainda em construção, temos a oportunidade de fazer o certo....
- Atualizada em

Hoje Palmas completa 25 anos com ares de interior, mas desafios e problemas de grandes centros.  É inegável a coragem das pessoas que ergueram esta cidade do nada. Que trouxeram suas experiências de vida, sua bagagem material e emocional e apostaram numa Capital jovem, com tudo por fazer e acreditaram que era possível realizar aqui, investir e prosperar. A esses desbravadores de ontem e de hoje, minha admiração e respeito.

Mas  não podemos fechar os olhos para o que ainda não foi feito. Por ser uma cidade nova, ainda em construção, temos a oportunidade de fazer o certo. Temos a chance de ser o exemplo para o restante do país. Mas, infelizmente, não é o que temos acompanhado. Se uma administração vai bem, todos nós que moramos em Palmas, ganhamos com isso. Porém, se o poder público deixa de fazer seu dever, a população é sempre a mais penalizada.

Pagamos um IPTU alto para os padrões monetários da nossa economia.Lutei na Justiça para que o cidadão não arcasse com um imposto tão alto, perdemos esta batalha, mas ainda sou contra o aumento conforme está estabelecido. É uma conta muito alta para a população, mesmo que os fins se justificassem em obras e benefícios, ainda assim, há uma discrepância entre o que o cidadão ganha e o quanto precisa pagar de imposto.

Se ao menos o benefício pudesse ser visto com obras, o pagamento não ficaria tão salgado. Mas em dois anos da atual gestão, a maior parte das promessas de campanha ainda não foi cumprida. O BRT, projeto que constava em meu plano de governo quando fui candidata  a prefeita de Palmas, é a única conquista até aqui. Contudo, ainda não saiu efetivamente do papel.

No seu discurso de posse, o atual prefeito disse que “é papel da prefeitura sim fazer o dinheiro circular nessa cidade, ainda que não estejam acostumados”. Porém, não é o que vemos. Ao contrário do que foi defendido na posse, o setor de prestação de serviços, principalmente os pequenos, como os donos de vans, os vendedores ambulantes de churrasquinhos e pequenos quiosques foram proibidos de exercer suas atividades ou tolhidos de continuar seus trabalhos. 

Amastha também garantiu que não admitiria corrupção em seu governo. Mas acompanhamos no ano passado, pela imprensa, denúncias e recomendações do  Ministério Público Estadual ao prefeito de Palmas e ao secretário Municipal de Infraestutura e Serviços Públicos, transparência ao processo licitatório do lixo. E também vimos muitas irregularidades na licitação da coleta de lixo na Capital. Outra licitação recente que teve que ser suspensa, foi a do estacionamento rotativo.

Temos ainda que aceitar o patrocínio da Prefeitura de Palmas de R$ 1 milhão para um filme feito aqui, para inglês ver. A classe artística local está revoltada e com razão, já que nossa experiência nos mostra que longas de fora não trazem benefício algum para nossa cidade. A exemplo do que já nos mostraram "No coração dos Deuses" e "Deus é brasileiro".

Em meio a tudo isso, ainda temos que lidar com a violência que tomou conta da nossa Capital e com o trânsito caótico, se levarmos em conta a quantidade de habitantes que temos.

Diariamente acompanhamos as notícias de assaltos à mão armada, furtos, roubos, sequestros e até mortes. Os números preocupam e  já mudamos nossos hábitos por perceber que não moramos mais na pacata cidade, que escolhemos exatamente por ser tranquila.

Os acidentes de trânsito e a dificuldade de trafegabilidade  também são problemas que precisam ser resolvidos com urgência. Nos horários de pico – meio-dia e 18 horas -  as rotatórias ficam abarrotadas de carros, e não há fluidez. As multas estão sendo aplicadas a contento, mas a punição não é o melhor caminho para melhorar o trânsito. Sinalização, vias de acesso e obras de infraestrutura, além de educação são  alternativas para desafogar as ruas e diminuir os acidentes.

Neste dia 20 de maio, temos muito a comemorar, e o principal motivo de orgulho é a força e a vitalidade da nossa gente palmense, que enfrenta o dia a dia e vai à luta, sem medo. Mas não podemos nos furtar de observar onde precisamos avançar para que Palmas seja a cidade que queremos para o nosso futuro e de nossos filhos. 

 

Luana Ribeiro
Deputada estadual
Email: dep.luanaribeiro@al.to.gov.br

 

Notícias sobre:

jeito interior muito fazer luana ribeiro

Outras Notícias