Palmas, Tocantins -

Estado


Rede Estadual
741 visualizações

Adriana apresenta calendário escolar e diz que retorno de aulas não será presencial

Início das aulas na modalidade não presencial está previsto para o dia 3 de maio. A gestora informou que o calendário é adaptável e adequado para o momento da pandemia de Covid-19
- Atualizada em
Mateus Oliveira/Governo do Tocantins

O governo do Tocantins apresentou, na tarde desta terça-feira, 13, o calendário e o planejamento para o início do ano letivo de 2021 na rede pública estadual. Em coletiva de imprensa on-line, a gestora da Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes (Seduc), professora Adriana Aguiar, fez o anúncio sobre o início das aulas, previsto para o dia 3 de maio.

 

Elaborado em um formato adaptável e adequado para o momento da pandemia de Covid-19, o ano letivo terá início na modalidade não presencial, com atividades nos formatos digital e impresso, além dos roteiros de estudos que serão retirados pelos estudantes/responsáveis nas suas respectivas unidades de ensino ou na rota do transporte escolar, para quem reside no campo.

 

A secretária Adriana Aguiar pontuou que o calendário foi organizado pautado nas mudanças ocorridas e nas realidades das unidades escolares do Tocantins.

 

“Orientamos nossas equipes pedagógicas para que 'acolhimento' seja a palavra norteadora do início do ano letivo para incentivo aos profissionais e estudantes. O calendário de 2021 prevê a realização de formações continuadas em diversos setores da Educação, para trabalhar biossegurança e saúde, o desenvolvimento do currículo, priorizando as aprendizagens essenciais e a saúde emocional dos estudantes e servidores. Além disso, o formato irá respeitar a diversidade de cada unidade escolar”, pontuou.

 

Para o ano letivo de 2021, cerca de 140 mil estudantes estão matriculados na rede estadual de ensino. Segundo o calendário, o período de férias escolares será durante o mês de julho e o encerramento no dia 17 de dezembro. São 164 dias letivos, com carga horária total de 800 horas-aulas. No decorrer do ano, o formato pode ser flexibilizado tanto para o híbrido quanto para o presencial, a depender das orientações das autoridades de saúde.

 

Busca Ativa

 

Outro ponto destacado pela gestora foi o engajamento na campanha Busca Ativa Escolar, que atua na identificação, registro, controle e acompanhamento de crianças e adolescentes que estão fora da escola ou em risco de evasão.

 

“Fizemos um trabalho de busca ativa escolar neste ano e tivemos um resgate significativo de 12 mil estudantes que não estavam devolvendo as atividades relativas ao ano letivo de 2020. Quero externar nossos agradecimentos aos docentes que realizaram esse trabalho individualmente com os alunos. Por meio desse esforço coletivo conseguimos trazer esses estudantes novamente para as atividades escolares. Para o ano letivo de 2021, estamos organizando horários alternativos para atendimento, visando suprir as necessidades dos alunos no que diz respeito ao ano de 2020. A Busca Ativa continua”.

 

O ano letivo de 2020 foi encerrado gradativamente, a partir de 23 de dezembro, com as turmas da 3ª série do ensino médio. A conclusão de todas as etapas foi finalizada no dia 24 de março de 2021, em toda a rede estadual.

 

Matrículas

 

A rede estadual está em processo de confirmação das matrículas para o ano letivo de 2021. Nesta etapa, as escolas estão contatando os pais ou responsáveis pelos alunos por telefone e via whatsapp. Quaisquer dúvidas e orientações podem ser sanadas pelo 0800-0635050.