Palmas, Tocantins -

Estado


Segurança Pública
1.138 visualizações

Ao nomear aprovados para a Polícia Civil, Carlesse anuncia comissão do novo concurso

O governador não detalhou sobre quando será lançado o edital e quantas vagas serão ofertadas. Na Polícia Civil, 37% dos cargos estão vagos
- Atualizada em
Washington Luiz/Governo do Tocantins

O governador do Tocantins, Mauro Carlesse, anunciou na manhã desta quarta-feira, 3, a formação da comissão que irá preparar o novo concurso público da Secretaria de Estado da Segurança Pública. O anúncio, feito em solenidade no Palácio Araguaia, foi transmitido por meio de live nas redes sociais do Governo. O governador ainda assinou os atos de nomeação de 46 aprovados no concurso da Polícia Civil, realizado em 2014.

 

Sobre o lançamento do concurso público, o governador Mauro Carlesse assinou despacho que autoriza o início dos procedimentos para o certame, mas não detalhou a respeito do número de vagas e lançamento do edital.

 

“Esse concurso público em outros estados seria até impossível, mas pelo trabalho que estamos fazendo, aqui no Tocantins, é possível. Hoje, nós temos um direcionamento, temos metas e temos compromisso com a comunidade. Esse concurso que estamos dando início é sinônimo de qualidade. O concurso traz pessoas com qualidade para nos ajudar a fazer um Estado que atrai pessoas e investimentos”, ponderou Carlesse.

 

O secretário de Estado da Segurança Pública, Cristiano Sampaio, destacou que, tanto a nomeação dos aprovados do concurso de 2014 quanto o anúncio da comissão que vai preparar o novo concurso para provimento de cargos da carreira da Polícia Civil, são fundamentais para o fortalecimento da segurança no Tocantins. Foram nomeados 11 delegados de Polícia, 13 escrivães e 22 peritos oficiais.

 

“São duas pautas extremamentes importantes. A gente consegue aqui concluir a nomeação de um concurso que vem desde 2014. Logicamente que isso só foi possível após fazer os ajustes nas contas públicas. A Polícia Civil se fortalece quando tem mais pessoas em seu quadro, selecionadas em um processo de concurso público criterioso”, ressaltou.

 

Conforme o secretário Cristiano Sampaio, o novo concurso é necessário devido ao fato de que 37% dos cargos da carreira da Polícia Civil encontram-se vagos e à iminente aposentadoria de diversos outros policiais. 

 

O secretário Cristiano Sampaio ressaltou também que a segurança vive um novo momento. “O que a gente vê é um momento novo na segurança pública do Tocantins e os resultados já aparecem. Nesse primeiro bimestre de 2021, tivemos uma redução de 23% no número de homicídios no Estado e uma redução superior a 40% nos crimes contra o patrimônio. E, ao anunciar a comissão que vai preparar um novo concurso público, o Governo reforça o quanto a segurança pública é importante”, afirmou.

 

Também participaram da live, na sala de reuniões do Palácio Araguaia, o secretário-chefe da Casa Civil, Rolf Vidal, e a delegada-geral da Polícia Civil, Raimunda Bezerra de Souza. Virtualmente, participaram representantes de órgãos de controle e de associações e sindicatos das categorias que compõem a área de segurança pública no Estado.