Palmas, Tocantins -

Estado


Palmas
1.699 visualizações

Candidatos estão fazendo promessas vazias, diz consultor Geldes Ronan

O consultor em licitações e contratos, Geldes Ronan Passos, afirma que todos os candidatos municipais estão fazendo promessas que não conseguirão cumprir
- Atualizada em
Descrição: Geldes Ronan Passos Divulgação

O empresário e consultor em licitações e contratos, Geldes Ronan Passos, da GR Treinamento, afirma que todos os candidatos às eleições municipais estão fazendo promessas que não conseguirão cumprir, simplesmente, pela gritante escassez de recursos.  Ele embasa sua assertiva em números e, no final, apresenta a contribuição oferecida pela sua empresa, que acredita poder livrar muitas administrações da asfixia financeira.

 

Promessas 10 x ? Fontes de recursos

 

As promessas de campanha são: construção de creches, escolas, hospitais, quadras esportivas, tudo fazendo parte de uma romântica lista de planos para melhoria das condições de vida da população, omitindo-se, porém, as respectivas fontes de recursos. “Ou trata-se de um jogo de faz de contas, ou muitos candidatos desconhecem a realidade com que irão se deparar. Segundo estatísticas do mundo real, das receitas com IPTU, apenas 40% são efetivadas; os repasses de FPM, por sua vez, tiveram redução de 10% e, por força de Lei, os municípios têm o seu orçamento fatiado em: 51% para gastos com pessoal, 25% para educação, 15% para saúde e 4% para as câmaras de vereadores, restando, portanto, 5% para gastos com manutenção, obras, viagens, combustíveis, material de expediente, aluguéis, capacitação, etc. Dá para acreditar em tais promessas de felicidade? Questiona Geldes Ronan.

 

O que fazer

 

A União detêm a maior fatia do bolo orçamentário, mas o Sistema de Convênios do Governo Federal – SICONV, disponibiliza centenas de programas para repasses de recursos não reembolsáveis. A estes poderão se habilitar as administrações municipais, estaduais, as câmaras municipais, as assembléias legislativas , as associações, os sindicatos, as autarquias, as cooperativas e muitos outros. “E, aqui, os números são cômicos”, afirma Geldes, “das 5.564 câmaras municipais, apenas 4 (quatro) são cadastradas no SICONV, apresentam projetos e recebem recursos. Os motivos para tamanha discrepância  são um misto de desconhecimento, preguiça e medo, sendo que este último é fruto da desinformação. Creio que muitos vereadores poderiam dar incalculáveis contribuições às suas comunidades se se aplicassem a conhecer e a utilizar tais programas. Neste aspecto, Eike Batista merece ser imitado por todos.  Ele canaliza para suas empresas grande somas de recurso, simplesmente apresentando projetos consistentes. A mesma sistemática poderia ser adotada pelos senhores vereadores, secretários e prefeitos, os quais apresentariam projetos e obteriam grandes somas, não só do SICONV, mas de muitas instituições nacionais e internacionais. Mas, lamentavelmente, o comodismo impera e a inércia continua perpetuando a  pobreza e o subdesenvolvimento”, conclui Geldes.

 

Como fazer

 

Um curso prático e completo sobre SICONV está sendo oferecido pela GR Treinamento, em Palmas, nos dias 12,13 e 14 de setembro próximos, com o Consultor de Projetos Izaias de Cavalho, de Belo Horizonte. Com a utilização de um computador por participante, todos serão treinados, passo-a-passo, na elaboração de projetos com vistas à obtenção de recursos não reembolsáveis, do SICONV e de inúmeras organizações nacionais e internacionais, que aceitam o mesmo Plano de Trabalho apresentado ao SICONV.

 

Para mais informações, ligue (63) 3225 1417, ou acesse o site. Confira, ainda, o vídeo da entrevista com o professor Izaias de Carvalho.

           

Notícias sobre:

geldes ronan sincov tocantins