Palmas, Tocantins -

Estado


Bate-papo virtual
762 visualizações

Chefe da Casa Civil do TO faz balanço das ações durante pandemia e esclarece dúvidas

Durante a live realizada na manhã deste sábado,28, Rolf Vidal explicou tudo o que vem sendo realizado e os próximos passos.
- Atualizada em
Descrição: Secretário-chefe da Casa Civil, Rolf Vidal, durante live no Instagram. T1 Notícias

O secretário-chefe da Casa Civil, Rolf Costa Vidal, em um bate-papo ao vivo com internautas na live realizada pelo T1 Notícias no Instagram, na manhã deste sábado, 28, apresentou um balanço de todas as ações que o Governo do Tocantins vem desempenhando diante da pandemia da Covid-19 (Coronavírus) e ainda esclareceu as principais dúvidas da população sobre a situação do Estado.

 

Diante do estado de calamidade pública, muitas medidas foram tomadas e outras ainda estão por vir nas próximas semanas; mas as contínuas ações têm provocado dúvidas na população. Questionado sobre a autorização da reabertura do comércio por parte de alguns municípios, a exemplo de Araguaína, Paraíso e Dianópolis, Rolf declarou que foram feitas recomendações e elas permanecem em vigor. “A posição da Secretaria da Saúde e do governador sobre o isolamento social não mudou. O decreto não alterou uma linha quanto à recomendação. O prefeito que, de alguma forma, flexibiliza isso, esse decreto pode ter um nexo causal com alguma morte que poderia ser evitada”, explicou.

 

Sobre os equipamentos de proteção, tanto para os profissionais da Saúde, como da Segurança Pública que vem atuando no Estado, o secretário informou que tudo que é necessário já está sendo adquirido. “Na área da Saúde, por exemplo, foi antecipada a compra relativa a 12 meses de EPIs (Equipamentos de Proteção Individual), da mesma forma aos profissionais da Segurança pública”, disse.

 

Na ocasião, outras dúvidas foram esclarecidas, principalmente acerca dos contratos de servidores que estão na área de risco e foram afastados de suas funções. “O servidor comissionado ou contratado, pode ter certeza que está fora de cogitação a exoneração ou rescisão no Estado”, destacou.

 

Na oportunidade, Rolf Vidal citou exemplo de alguns senadores e deputados que destinaram emendas parlamentares para a Saúde. Dentre os parlamentares estão o senador Eduardo Gomes e o deputado federal Carlos Gaguim; suas emendas somaram cerca de R$ 13 milhões. Também destinaram recursos os deputados federais Célio Moura (cerca de R$ 3, 9 milhões), Dulce Miranda (R$10 milhões), Eli Borges (R$ 6 milhões) e o deputado Osires Damaso (R$ 9 milhões).

 

Ao finalizar a sua participação, o secretário-chefe da Casa Civil pontuou resumidamente as ações realizadas pelo Governo durante a semana. “O cuidado com os profissionais da linha de frente foi redobrado, nós antecipamos a compra de equipamento individuais, fizemos a compra de mais de seis mil testes e a compra de 200 mil kits alimentares para aqueles que estão em situação de vulnerabilidade”, disse Rolf, reforçando que a preocupação número um em toda decisão governamental é a vida do tocantinense.