Palmas, Tocantins -

Estado


Reparos
295 visualizações

Concluída manutenção de 185 km de rodovias na região centro-oeste do Estado

O trabalho de manutenção inclui a realização de tapa-buracos com mistura betuminosa, limpeza dos dispositivos de drenagem e roço às margens das rodovias
- Atualizada em
Divulgação/Ageto

A  Agência Tocantinense de Transportes e Obras (Ageto) concluiu, neste mês de setembro, a manutenção de 185 km de rodovias na região centro-oeste do Estado.

 

O trabalho de manutenção inclui a realização de tapa-buracos com mistura betuminosa, limpeza dos dispositivos de drenagem e roço às margens das rodovias. Para concluir a meta mensal, a Residência deve executar, ainda esta semana, os serviços em um trecho de 15 km da TO-164, entre Divinópolis e Dois Irmãos.

 

Essa ação tem por objetivo fortalecer o sistema logístico tocantinense, melhorando o escoamento da produção e garantindo, aos usuários, conforto e segurança.

 

Além do trecho da rodovia TO-164 de Divinópolis a Dois Irmãos, também foram executados os serviços no trecho da TO-348, entre Araguacema e Entroncamento com a TO-342; no trecho de 77 km da TO-342, que vai de Miranorte e Dois Irmãos e, também, no trecho da TO-348, de Barrolândia ao Entroncamento com a TO-080, próximo a Palmas.

 

“Estamos realizando os reparos necessários em todas as rodovias que precisam. É um serviço constante que estamos fazendo há algum tempo. Os serviços foram feitos em vários trechos de várias rodovias”, ressalta o coordenador da Residência, Fabrício Corrêa.

 

De acordo com a secretária de Estado da Infraestrutura e presidente da Ageto, Juliana Passarim, os serviços de manutenção rodoviária se estendem ininterruptamente por todas as rodovias estaduais. “Estamos atuando de forma planejada para reduzir os buracos ao longo das rodovias estaduais em todas as regionais da Ageto, para melhorar o tráfego de veículos, reduzindo, assim, o impacto no escoamento da produção do agronegócio. Os serviços seguem em ritmo adequado dentro do planejamento da secretaria”, afirma.