Palmas, Tocantins -

Estado


Pesquisa da Fieto
52 visualizações

Confiança do empresário tocantinense diminuiu, aponta pesquisa da Fieto

Queda atingiu o país como um todo em novembro.
- Atualizada em
Adilvan Nogueira

Apesar dos sinais de que a economia deve melhorar nos próximos meses com o avanço da vacinação contra a Covid 19, o Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI), divulgado mensalmente pela Federação das Indústrias do Estado do Tocantins (Fieto), registrou 58,0 pontos em novembro e ficou 3,8 pontos abaixo do resultado apurado em outubro.

 

O ICEI também teve desempenho inferior em comparação com novembro do ano passado, com queda de 3,4 pontos. No entanto, segue acima da linha divisória dos 50 pontos, indicando que os empresários estão confiantes para os próximos seis meses mesmo que de forma menos disseminada que nos meses anteriores.

 

Diante deste cenário, os dois componentes que formam o ICEI também apresentaram redução. O indicador de Condições Atuais, que em outubro ficou em 53,6 pontos, em novembro passou para 51,0 pontos. Já o índice de Expectativas passou de 65,9 para 61,5 pontos, de outubro para novembro. A queda na confiança atingiu o país como um todo, visto que o ICEI nacional apresentou decréscimo de 1,8 ponto ao atingir 56 pontos no período em análise.

 

“A associação de uma avaliação menos favorável em relação a situação atual da economia, com o recuo nas expectativas, contribuiu com a redução do ICEI em novembro”, observa Gleicilene Bezerra, Técnica em Pesquisa da Fieto.

 

Foram ouvidas nesta rodada da pesquisa 93 indústrias tocantinenses, sendo 69 de pequeno porte e 24 de médio e grande porte, entre os dias de 3 a 12 de novembro.