Palmas, Tocantins -
Alunos da UFT

Comunidade surda têm debate sobre inclusão e direitos com Procon Tocantins

Encontro foi realizado nesta quarta-feira, 11, quando se comemora os 29 anos do Código de Defesa do Consumidor.
- Atualizada em
Atendimento inclusivo é destaque com alunos surdos e mudos. Procon/Governo do Tocantins

Promover a diversidade, acessibilidade e a inclusão dos consumidores com deficiências foi tema de palestra realizada pelo Procon Tocantins para alunos da comunidade surda e muda da Universidade Federal do Tocantins (UFT), na manhã desta quarta-feira, 11.  A ação foi realizada pelo Núcleo de Atendimento de Porto Nacional e faz parte da comemoração dos 29 anos do Código de Defesa do Consumidor (CDC).

 

Na ocasião, foram abordados os direitos dos consumidores e os avanços do CDC, assim como a conscientização dos acadêmicos para procurarem seus direitos. Toda a palestra foi traduzida por um intérprete de Libras.

 

A coordenadora de Educação para o Consumo de Porto Nacional, Rita de Cássia Pires, explicou que a atuação do órgão é para que todo consumidor tenha a garantia dos seus direitos cumpridos.

 

“Este foi o primeiro contato, para conhecer de perto a realidade destes consumidores e precisamos nos capacitar para atender. Estamos cada vez mais preocupados desde a inclusão até a acessibilidade”, afirmou Rita de Cássia.

 

Ainda segundo a coordenadora, os acadêmicos explicaram que muitas vezes não oficializam ou procuram o Procon por ter dificuldade de se expressarem. Também falaram de direitos que são violados, entre eles o passe livre em ônibus.“Agora nossa proposta é desenvolver um projeto que capacite nossos servidores para atender estes consumidores”, afirmou.