Palmas, Tocantins -

Estado


Ponte Alta
4.305 visualizações

Diretor de escola é acusado de estuprar aluna de 12 anos: Seduc afasta servidor

O diretor do Colégio Estadual Joana Medeiros, de Ponte Alta, foi afastado depois de ser acusado de estuprar uma aluna de 12 anos. O afastamento aconteceu depois que o Ministério Público notificou a Seduc a respeito da abertura de investigação contra
- Atualizada em
Descrição: Crime teria ocorrido em Ponte Alta Lourenço Bonifácio

A Secretaria de Estado da Educação (Seduc), através da Diretoria Regional de Ensino (DRE) de Porto Nacional, confirmou ao Portal T1 Notícias o afastamento de José Moreira da Silva, diretor do Colégio Estadual Joana Medeiros, de Ponte Alta do Tocantins. Jose é acusado de estuprar uma aluna de 12 anos de idade.

 

De acordo com a Seduc, o afastamento aconteceu na segunda-feira, 20, depois que a Diretoria Regional de Ensino de Porto Nacional foi notificada pelo Ministério Público a respeito da abertura de investigação contra o diretor. O afastamento “a interesse da administração pública” consta da Portaria 3435, de 22 de agosto, publicada no Diário Oficial do Estado do dia 23 de agosto.

 

A Seduc informou também que a menor está recebendo acompanhamento de uma psicóloga da Diretoria Regional de Ensino de Porto Nacional. No lugar do diretor afastado, outro servidor que antes respondia pela Secretaria, assumiu a gestão da escola.

 

 

 O caso

 

De acordo com informações do Conselho Tutelar de Ponte Alta, a mãe da menor procurou o órgão para denunciar que sua filha havia sido estuprada pelo diretor do Colégio. O Conselho Tutelar fez a apuração dos fatos e encaminhou um relatório ao Ministério Público para que as providências fossem tomadas.

 

Segundo as informações, a mãe e a menor relataram ao Conselho Tutelar que a aluna vinha sendo assediada pelo diretor há algum tempo. Ainda de acordo com relato da vítima, em uma oportunidade o diretor teria dado R$ 20,00 para a menor.

 

No dia do suposto estupro, segundo o informado, o diretor da escola teria marcado um encontro com a menor e a forçado a manter relações sexuais com ele.

 

 

Servidor

 

De acordo com o Portal da Transparência do Governo do Tocantins, José Moreira da Silva, é servidor estatutário da Secretaria da Educação desde 22 de julho de 2002. Ele exercia a função de diretor do Colégio Estadual Joana Medeiros, desde o dia 11 de abril de 2011, com salário de R$ 4.225,79.

 

O Portal T1 Notícias tentou ouvir José Moreira, mas no Colégio fomos informados que ele se encontrava em Porto Nacional.

 

Confira a nota da Seduc sobre o afastamento do diretor:

Nota ao T1 Notícias

Assunto: DRE de Porto afasta diretor de escola

Data: 24/08/2012

A Diretoria Regional de Ensino (DRE) de Porto Nacional afastou na última segunda-feira, 20, o diretor do Colégio Estadual Joana Medeiros. Outro servidor, que antes respondia pela secretaria, assumiu interinamente a gestão da escola.

A medida foi tomada assim que a DRE foi notificada pelo Ministério Público sobre a investigação contra o servidor. A estudante de 13 anos está sendo acompanhada pela psicóloga da Diretoria.

A Seduc já instaurou procedimento administrativo para apurar os fatos e as providências necessárias que o caso requer.

\"https://mail.google.com/mail/u/0/images/cleardot.gif\"

 

Notícias sobre:

ponte alta estupro tocantins seduc