Palmas, Tocantins -

Estado


Coronavírus
108 visualizações

Em Gurupi, Edgar Tolini discute Plano de Contingência da covid-19 e passa orientações

O secretário Tolini orientou que os pacientes contaminados com coronavírus não podem usar a mesma UTI dos leitos disponíveis em hospitais público ou privado da cidade, que totalizam 26.
- Atualizada em
Descrição: Prefeito Laurez Moreira presente à reunião divulgação

Na reunião com representantes de instituições e dos poderes estadual e municipais, nesta quarta-feira, 8 , em Gurupi, o secretário Estadual de Saúde do Tocantins (SES), Luiz Edgar Leão Tolini, orientou que os pacientes contaminados com coronavírus não podem usar a mesma UTI dos leitos disponíveis em hospitais público ou privado da cidade, que totalizam 26. “Caso necessitem, serão encaminhados via UTI móvel para Palmas ou Araguaína, que disponibilizarão de 30 UTI´s exclusiva para pacientes com Covid-19”, pontuou o secretário. 

 

 

Ele sustentou que, caso haja necessidade, a SES poderá implantar uma UTI em Gurupi para receber possíveis pacientes com insuficiência respiratória decorrente da doença.

 

 

Uma das principais preocupações levantadas por autoridades locais, durante a reunião, foi sobre os cuidados que se deve ter durante o isolamento domiciliar na atenção primária. Nesse ponto foi questionada a estrutura que o município dispõe para atendimento dos pacientes com sintoma da doença  – postos de saúde e UPA, além da falta de UTI´s aos possíveis futuros pacientes com síndrome Respiratória Aguda e manuseio de EPIs.

 

 

Na apresentação do Plano de Contingência da Covid-19, o Secretário Estadual de Saúde do Tocantins, Luiz Edgar Leão Tolini, citou as responsabilidades entre o município e Estado, como se dará o manejo clínico de gestantes, o fluxo pediátrico e o protocolo de uso de EPIs na situação da pandemia do novo coronavírus no Hospital Regional de Gurupi.

 

 

De acordo com dados apresentados por Tolini, o Tocantins é o único estado que não apresentou nenhum óbito decorrente da Covid-19. E fez uma avaliação para que as autoridades fiquem mais atentas e precavidas: “caso ‘exploda’ a pandemia no Estado”. 

 

 

“Dados da OMS e do Ministério da Saúde sugerem que Gurupi poderá ter 121 casos da doença, sendo que 24 pessoas poderão necessitar de internação clínica e 5% deste número estão sujeitas a internação em UTI´s” completou o secretário. 

 

 

Participação

 

 

O deputado Gleydson Nato citou a não aprovação da decretação de calamidade pública de Gurupi pelo parlamento estadual por falta de documentos. Em respostas o Secretário Municipal de Saúde, Gutierres Torquanto, garantiu que todas as documentações já foram enviados para aprovação na AL.

 

 

O prefeito de Gurupi, Laurez Moreira, considerou a reunião muito proveitosa e destacou a parceria com o Governo do Tocantins e nas informações apresentadas pelo secretário. Ele chegou a comentar sobre a flexibilização: “A gente percebeu que dava para flexibilizar um pouco e hoje vamos corrigir alguns aspectos pontuais como supermercados e bancos;  o comércio, apesar de aberto, não está havendo grande movimentação, devido as pessoas estarem retraídas”.

 

 

A reunião contou com a participação do deputado estadual Gleydson Nato, prefeito Laurez Moreira e do secretário municipal de Saúde, Gutierres Torquato. Estiveram também presentes ao evento profissionais da saúde, representando o Hospital Regional de Gurupi e Unimed.