Palmas, Tocantins -

Estado


Ageto e PM
500 visualizações

Estado começa a monitorar rodovias no entorno da Capital após retirada de radares

O monitoramento está sendo realizado por militares do Batalhão de Polícia Militar Rodoviário e Divisas (BPMRED) e agentes de trânsito da Ageto.
- Atualizada em
Descrição: Militares do BPMRED estão atuando na Ponte Fernando Henrique Cardoso Jarlene Souza

Para dar mais segurança aos condutores que trafegam no perímetro urbano de Palmas, militares do Batalhão de Polícia Militar Rodoviário e Divisas (BPMRED) e agentes de trânsito da Agência Tocantinense de Transportes e Obras (Ageto) estão atuando em rodovias estaduais, desde ontem, 8, e devem ficar até a conclusão do processo de licitação para a instalação de equipamentos de fiscalização eletrônica de velocidade, já iniciado pelo Governo do Estado.

 

De acordo com o comandante do BPMRED, tenente-coronel James Matos Duarte, as equipes vão atuar de forma revezada, em ponto base e fiscalização volante, na TO-010, em dois locais: próximo à saída para Aparecida do Rio Negro e próximo ao supermercado Macro; e na TO-080 na Ponte Fernando Henrique Cardoso, entre Palmas e Distrito de Luzimangues. “A operação vai intensificar as abordagens em relação a infrações cometidas por condutores e aplicará medidas administrativas de acordo com o Código de Trânsito Brasileiro”, explica.

 

 

O comandante diz ainda que a presença das equipes será permanente nestes trechos, durante toda a manhã e noite.  A expectativa é que a presença dos militares e dos agentes de trânsito iniba qualquer ação imprudente por parte de condutores como excesso de velocidade, direção perigosa, embriaguez ao volante, dentre outros.  “O objetivo da ação é dar segurança viária e resguardar vidas”, acrescenta o comandante.

 

Radares

 

Está em fase final o processo de licitação para a instalação de equipamentos de fiscalização eletrônica de velocidade em pontos estratégicos de diferentes vias do Estado, além do perímetro urbano de Palmas. De acordo com a secretária da Infraestrutura, Cidades e Habitação, Juliana Passarin, no perímetro urbano de Palmas devem ser instalados radares do tipo Redutor Eletrônico de Velocidade (REV) e Controladores Eletrônicos de Velocidade com câmera de monitoramento (CEV) em quatro locais distintos. “Os locais foram determinados após levantamento dos pontos com maior risco de acidentes”, conclui.

 

Retirada dos radares

 

Após o encerramento do convênio firmado em 2015 entre o Município de Palmas, a Agência Tocantinense de Transporte e Obras (Ageto) e o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes no Tocantins (Dnit), a Secretaria de Segurança e Mobilidade Urbana (Sesmu), foram retirados os radares, lombadas eletrônicas e câmeras de monitoramento em trechos das rodovias: TO-010 (sentido Lajeado), TO-050 (sentido Porto Nacional), TO-080 (sentido Aparecida do Rio Negro), e TO-030 (Taquari) e BR-010. Com o encerramento do convênio, a Prefeitura ressaltou que deixou de ser responsável pela realizar de qualquer tipo de operação nesses trechos, como atendimento a acidentes, controle de tráfego e outros. "Ressaltamos que, em maio de 2019, o Município encaminhou documento ao Detran/Ageto/Governo do Estado e ao Dnit informando o interesse em renovar o convênio, mas até o momento não houve interesse das partes em renová-lo" afirmou em nota.

 

Os equipamentos removidos, possivelmente, serão realocados em trechos que são competência de fiscalização municipal.