Palmas, Tocantins -
Comunicação

Falando da atuação da mídia, jornalistas tocantinenses participam de debate da PM

Debate sobre Mídia e Polícia Militar- Perspectivas de Influência ocorreu no Auditório do QCG, nesta terça. Jornalistas e demais entidades da mídia abobadaram temas como sensacionalismo
- Atualizada em
Jornalistas participam de debate sobre a mídia e a PM T1 Notícias

Formadores de opinião, corporação da Polícia Militar, representantes de comunicação de esferas públicas e o meio acadêmico participaram, na tarde desta terça-feira, 13, de debate sobre Mídia e Polícia Militar- Perspectivas de Influência, no Auditório do Quartel do Comando Geral, em Palmas.  

 

Após a exibição de vídeo com depoimento de profissionais ligados a mídia e a polícia militar, o Jornalista Fernando Hessel, do SBT Tocantins, abriu o debate falando do “Discurso de Poder e o limite entre a factualidade e o sensacionalismo”.

 

Sobre o assunto, Hessel abordou a verdade como princípio do jornalismo, o poder e a crescente interferência do cidadão na formação da notícia. Também falou da potência da internet como atual veículo de notícia.

 

Sensacionalismo

Ainda discursando sobre o tema proposto, o jornalista Hessel falou do sensacionalismo nos noticiários envolvendo a polícia militar, o que foi amplamente discutido pela a composição da mesa.   Outros assuntos também foram abordados, como “Influência Exercida pela PM no Contexto Social” e “Responsabilidade Social no contexto da informação”.

 

A jornalista Roberta Tum, diretora do Portal T1 Notícias, falando sobre o assunto, evidenciou a “necessidade da polícia em repassar as informações o mais rápido possível para que notícias com fatos distorcidos não ganhem espaço nos meios de comunicação”.

 

Roberta ressaltou ainda, assim como os demais colegas de comunicação presentes, que o leitor e o telespectador escolhem o que lê e o que veem e que uma grande parte, opta por matérias de com a presença da atuação da polícia.

 

CAO 2017

O evento foi idealizado pela a professora doutora Valdirene Cássia e organizado pelos alunos do Curso de Aperfeiçoamento de Oficiais (CAO).  A atividade faz parte do progredimento dos policiais militares de nível intermediário para o nível estratégico.

 

Para o Capitão Vinícius, um dos organizadores do debate, o encontro foi pensando para aproximar a relação entre polícia militar e órgãos da mídia. “Precisamos, de fato, de integração desses dois órgãos para que eles possam buscar, através de suas responsabilidades sociais, o melhor benefício para a sociedade. São instituições que estão voltadas para um compromisso muito maior, que é o bem do cidadão” frisou.

 

Ele ainda ponderou que “se trabalharem juntas atrás de integração, poderão solidificar uma grande construção em ajudar a todos e buscar uma segurança efetiva da população”.

 

 

Notícias sobre:

debate jornalismo notícia pm