Palmas, Tocantins -

Estado


Apelo
2.239 visualizações

Família de Carla Caroline quer divulgação de desaparecimento em rede nacional

A família de Carla Caroline, de 14 anos de idade, desaparecida desde o dia 5 de julho, em Porto Nacional, quer ver o desaparecimento da filha mostrada em rede nacional. A mãe da menor, Glaides Rodrigues de Almeida, afirmou ao Portal T1Notícias que em
- Atualizada em

A família da adolescente Carla Caroline, de 14 anos, que desapareceu no dia 5 de julho em Porto Nacional, busca apoio para uma divulgação mais ampla do desaparecimento da filha.

A mãe de Carla Caroline, Glaides Rodrigues de Almeida, afirmou ao Portal T1 Notícias que gostaria que o caso fosse mostrado em rede nacional de televisão. “Queremos o apoio das emissoras de TV para que mostrem o desaparecimento da Carla em seus programas em rede nacional”, pediu a mãe.

De acordo com Glaides, embora a imprensa do Tocantins tenha dado grande destaque ao caso, não há informação concreta a respeito do paradeiro da menor. “Acreditamos que com a divulgação do caso em rede nacional ampliem-se as chances de termos notícias da Carla Caroline”, afirmou a mãe.

  Dor e sofrimento

 

Glaides informou ainda que desde o desaparecimento da filha sua vida é feita de dor e angústia. “Não tenho vontade nem para sair de casa, passo os dias na cama sob o efeito de remédios”, lembrou a mãe.

Ela pede que qualquer pessoa que tenha informação entre em contato com a família. “Toda vez que o telefone toca meu coração se enche de alegria na esperança que seja minha filha ou alguém dando informação sobre o paradeiro dela”, afirmou Glaides.

  Sem pistas

  Nesta segunda-feira, 30, a Secretaria de Segurança Pública (SSP), informou que, apesar de todo o esforço da Polícia, ainda não há nenhuma pista que leve ao paradeiro de Carla Caroline.

A Polícia e a família pedem para quem tiver alguma informação que entre em contato pelos telefones 8405-6457/8446-7718 ou pelo 190. Qualquer informação será investigada.