Palmas, Tocantins -

Estado


Desenvolvimento sustentável
96 visualizações

Fieto realiza evento na próxima quarta, 29, para apresentar Instituto Amazônia + 21

A entidade foi criada para fomentar novos negócios e atrair grandes empresas para investir e fazer parcerias com negócios sustentáveis da região da Amazônia Legal.
- Atualizada em
Descrição: Presidente da Fieto, Roberto Pires. Adilvan Nogueira

A Federação das Indústrias do Estado do Tocantins (Fieto) realizará no dia 29 de setembro um encontro com diretores da instituição e empresários de diversos setores da indústria no Estado para apresentar as diretrizes do Instituto Amazônia + 21, uma entidade criada para fomentar novos negócios e atrair grandes empresas para investir e fazer parcerias com negócios sustentáveis da região da Amazônia Legal. A apresentação para a imprensa do Instituto Amazônia + 21 será feita pelo presidente da Federação das Indústrias do Estado de Rondônia (Fiero), Marcelo Thomé, em reunião que acontecerá às 11h do dia 29 de setembro, no auditório da Fieto, em Palmas.

 

A Fiero é a entidade criadora do Instituto Amazônia + 21, que conta com o apoio da Confederação Nacional da Indústria (CNI) e demais federações de estados da região Amazônica. 

 

O presidente da Fiero, Marcelo Thomé, coloca que a concepção do Instituto Amazônia + 21 contempla uma pauta de negócios que enxerga na região o principal vetor de desenvolvimento sustentável do Brasil e da indústria verde brasileira. “Empresas do mundo todo procuram negócios sustentáveis e as maiores e melhores oportunidades estão aqui na região amazônica, por isso precisamos tomar a iniciativa, oferecer possibilidades e buscar conectar investidores com empresas locais e empreendimentos sustentáveis já instalados na Amazônia para realizar o nosso enorme potencial social, ambiental e econômico”, diz.

 

Para o presidente da Fieto, Roberto Pires, o instituto é uma grande oportunidade para impulsionar negócios no Estado. “O Instituto Amazônia + 21 traz uma perspectiva inovadora para viabilizar projetos voltados ao desenvolvimento sustentável no Estado, conectando os empresários do Tocantins a investidores de todo o mundo”, destacou.    

 

Pesquisa

 

Marcelo Thomé aponta que os processos de pesquisa, desenvolvimento e inovação na Amazônia é outro compromisso do Instituto Amazônia + 21, pois estes permitirão um novo ciclo econômico de capacitação de pessoas, melhorando o nível de competência profissional da população amazônica com foco na retenção desses talentos nas suas localidades. “Desenvolver capital humano e reter esse público na Amazônia é outro objetivo que queremos atingir”, comenta o presidente da Fiero.

 

Fórum Mundial

 

O mapeamento de soluções, oportunidades e perspectivas relacionadas ao desenvolvimento sustentável da Amazônia foi uma das principais pautas do Fórum Mundial Amazônia + 21, evento promovido pela FIERO e Prefeitura Municipal de Porto Velho, por meio da Agência de Desenvolvimento de Porto Velho (ADPVH), em novembro de 2020, e que contou com a correalização da CNI e Instituto Euvaldo Lodi (IEL). O Fórum reuniu especialistas, cientistas, empresas e representantes de vários governos, em debates e estudos que apontaram, entre outras oportunidades, tecnologia e inovação, bioeconomia, indústria verde e mercado de carbono como possibilidades estratégicas para o desenvolvimento socioeconômico de Rondônia e de toda a Amazônia.