Palmas, Tocantins -
Servidores pedem ex-gestor
532 visualizações

Governo só nomeará novo gestor da Seagro após publicar reforma administrativa

Segundo o Governo, todos os servidores serão exonerados para posterior nomeação de quem for permanecer no Executivo com base na nova estrutura administrativa a ser publicada.
- Atualizada em
Ex-secretário Thiago Dourado recebe apoio de servidores para voltar ao cargo Manoel Júnior

A Secretaria de Desenvolvimento da Agricultura e Pecuária (Seagro), uma das pastas que está sem comando desde o dia 31 de dezembro, só deve ter o nome do novo gestor divulgado após a publicação de uma reforma administrativa prevista para ser divulgada no início da próxima semana, conforme conferiu o Governo do Estado ao T1 Notícias

 

A Associação dos Servidores da Seagro (Assagro) manifestou-se pelo retorno do ex-secretário, Thiago Dourado. Em nota, disse que o ex-gestor´é um servidor efetivo, técnico e que fez a grande diferença no comando da Seagro em 2018, destacando algumas ações à frente da pasta. "É um prejuízo para o Estado do Tocantins a Seagro ficar sem um secretário por tanto tempo, há mais de dez dias. E pensando no excelente serviço realizado em 2018, na equipe que se tornou coesa e mais eficaz, e na defesa de uma gestão técnica, solicitamos a recondução de Thiago Dourado como titular da Seagro. Pois, o Governo Estadual, os tocantinenses, e logo o Tocantins, se beneficiarão dos resultados dessa nomeação", diz nota da Assagro e Fasp.

 

Outras fontes ouvidas pelo Portal T1 Notícias relatam que a Seagro está em situação de "abandono", com projetos parados e sem pessoal para as atividades, desde as mais básicas como a limpeza. O Governo nega. 

 

De acordo com a nota da Secretaria de Comunicação (Secom), a parte técnica da Seagro continua trabalhando normalmente, "o Governo tem apenas oito dias úteis de atividade neste ano e prepara a publicação da reforma administrativa - a previsão é de que todos os cargos de chefia em todas as pastas serão nomeados após a publicação da reforma, pois assim estará definida a nova estrutura administrativa".


Segundo o Governo, todos os servidores serão exonerados para posterior nomeação de quem for permanecer no Executivo com base na nova estrutura administrativa a ser publicada na próxima semana. 

Notícias sobre:

governo reforma administrativa