Palmas, Tocantins -

Estado


Em Palmas
723 visualizações

Homem esfaqueado na porta de condomínio pode ter sido vítima de acerto de contas

O crime, ocorrido próximo a u condomínio na 106 Sul, pode ter sido um acerto de contas, aventa a Secretaria de Segurança Pública (SSP); corpo da vítima continua no IML, sem identificação
- Atualizada em
Descrição: Crime pode ter sido acerto de contas, segundo SSP divulgação

A Polícia Civil revelou nesta quinta-feira, 9, que o cidadão de 32 anos de idade assassinado na noite de quarta, 8, fazia parte de uma facção criminosa. A vítima, segundo a polícia, tinha saído da prisão na terça, 7. O crime, ocorrido na frente de um condomínio na 106 Sul, pode ter sido um acerto de contas, aventa a Secretaria de Segurança Pública (SSP).

 

De acordo com informações da PM, a vítima recebeu cinco perfurações de faca. Consta no Boletim de Ocorrência que o homem, antes de ser esfaqueado, tentou se esconder dos assassinos, em um condomínio, mas foi pego ao chegar à portaria de prédio. 

 

O vídeo de uma câmera de segurança do condomínio mostra que a vítima chegou ao local por volta das 19h, sendo perseguida por um homem com uma faca na mão. Logo atrás chega outro criminoso também armado com uma faca.

 

Um terceiro suspeito aparece momentos depois, quando a vítima já estava sendo ferida,  mas apenas observa de longe e foge do local junto com os outros dois.

 

Os três suspeitos ainda não foram identificados e continuam foragidos. O corpo da vítima continua no Instituto Médico Legal de Palmas aguardado ser retirado por familiares.

 

Nota da Polícia Militar

 

Em nota, a Polícia Militar diz que equipe da PM foi acionada via SIOP (190) e no local citado havia uma vítima de esfaqueamento. O Samu confirmou o óbito da vítima que não possuía identificação. O documento assegura que a vítima tinha a cor parda, aparentemente com mais de 30 anos de idade e, segundo a perícia técnica, sofreu por volta de cinco facas.

 

Relata, ainda, que, após verificação nas câmeras do prédio do condomínio foi constatado que os autores eram três indivíduos: um estava vestido de camisa azul manga longa, short jeans, o outro de camisa preta e calça jeans e o terceiro trajava camisa listrada de cor branca com preto e calça jeans.

 

Os assassinos, de acordo com a PM, fugiram após cometer o delito, “tomando rumo ignorado”. A equipe do IML, perícia e da Delegacia de Homicídio estiveram no local. Foi feito patrulhamento através das informações obtidas pelo sistema de segurança do prédio do condomínio, “porém nenhum suspeito foi localizado”.

 

Segurança Pública

 

Também em nota , a Secretaria de Segurança Pública (SSP) disse a Polícia Civil do Tocantins, por meio da 1ª Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (1ª DHPP) de Palmas, está com uma equipe em diligências para capturar os autores do homicídio.

 

“Conforme apurado até o momento, três homens correram atrás da vítima na rua e acabaram matando-a na portaria de um prédio residencial, onde ela tentou entrar para se socorrer. A vítima havia saído da prisão na última terça-feira, 7. Conforme a autoridade policial, a vítima integrava uma facção criminosa e pode ter sido morta em razão de um acerto de acerto de contas”, finaliza a nota.

Notícias sobre:

assassinato foragidos iml pm ssp