Palmas, Tocantins -

Estado


Intervenção na Celtins
980 visualizações

Interventor diz que seu papel é recolocar a Celtins no equilíbrio econômico

Isaac Pinto Averbuch informou que seu papel é “recolocar a Celtins no caminho do equilíbrio econômico e financeiro” e que não há demérito em relação aos diretores afastados de seus cargos desde o último dia 31.
- Atualizada em
Descrição: Interventor fala a colaboradores Assessoria

O interventor da Agencia Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) na Celtins, Isaac Pinto Averbuch, apresentou-se na manhã desta terça-feira, 11, para os colaboradores da Administração Central em Palmas, acompanhado dos dois assessores que vieram com ele de Brasília e vão trabalhar em sua equipe durante a intervenção.

 

O processo está previsto para ocorrer nos próximos 12 meses, podendo ser interrompido ou prorrogado, a critério da Aneel. Numa reunião feita no pátio interno da empresa Averbuch explicou que o seu papel é “recolocar a Celtins no caminho do equilíbrio econômico e financeiro”.

 

O interventor ainda ressaltou que não há demérito em relação aos diretores Alanakardek Moreira, Herivelto Calles Louzada, PG Meirelles Júnior e Joaquim Guedes Coelho Filho, afastados de seus cargos desde o último dia 31. “O afastamento é somente uma praxe em casos de intervenção”, disse Averbuch.

 

Perguntado sobre a parcela do Programa de Participação nos Resultados (PPR) prevista para ser paga aos colaboradores no próximo dia 30 de setembro, Averbuch informou que precisa primeiro conhecer a real situação financeira da empresa e que “infelizmente ainda não pode dar esta informação sem saber se há recurso disponível”.

 

Diante da situação, o interventor orientou a todos para continuar a rotina da empresa cumprindo os compromissos firmados tanto com colaboradores quanto com fornecedores.

 

Perfil do Interventor e sua equipe

Isaac Pinto Averbuch, 51 anos, graduado em Engenharia Elétrica e em Direito  pela Universidade Federal de Pernambuco e pós-graduado em Economia pela George Washington University, de  Washington (USA). É Gestor Público Federal, vinculado ao Ministério do Planejamento e foi Diretor da Aneel.

 

Como interventor tem a atribuição de dirigir a Celtins até a retomada do equilíbrio econômico financeiro.

 

Simone Rose de Souza Neiva Coêlho, 53 anos, graduada em Engenharia Elétrica pela Universidade Federal de Pernambuco e pós-graduada  em Economia pela George Washington University, de Washington (USA). É Gestora Pública Federal vinculada ao Ministério de Minas e Energia. Compõe a equipe de Averbuch nas áreas administrativa, financeira e regulatória da Celtins durante a intervenção.

 

Pinto Ribeiro Filho, 52 anos, graduado em Engenharia Elétrica e em Administração pela Universidade Federal de Pernambuco e pós-graduado em Economia pela George Washington University, de Washington (USA). Foi Diretor da Companhia Energética de Pernambuco (CELPE) e vai assessorar Averbuch nas áreas Comercial e Operacional da Celtins durante a intervenção. (Assessoria)