Palmas, Tocantins -

Estado


Monitorados por tornozeleiras
180 visualizações

Justiça libera 39 detentos de cadeias de Cariri e Gurupi para prisão domiciliar

De acordo com a Seciju, medida atende decisão judicial. Ao todo, 32 presos foram para prisão domiciliar e serão monitorados 24h por dia com tornozeleiras eletrônicas
- Atualizada em
Descrição: Presos são liberados, em Cariri e Gurupi Divulgação

A Secretaria de Estado da Cidadania e Justiça (Seciju) informou na tarde desta quinta-feira, 26, que 32 detentos do Centro de Reeducação Social Luz do Amanhã (URSLA), em Cariri do Tocantins, foram soltos para cumprir pena em prisão domiciliar.

 

De acordo com a Seciju, a medida cumpre decisão judicial, e que os presos que cumpriam pena em regime semiaberto serão monitorados 24h por dia com tornozeleiras eletrônicas por meio da Central de Monitoramento Eletrônico.

 

A Seciju disse ainda que mais 7 reeducandos da Casa de Prisão Provisória de Gurupi também cumprirão pena em casa e também serão monitorados 24h por tornozeleiras.