Palmas, Tocantins -

Estado


Eleições OAB
1.344 visualizações

Mauro Ribas vai disputar presidência da OAB e critica atual gestão

O pré-candidato a presidência da OAB do Tocantins, advogado Mauro José Ribas, informou que decidiu concorrer ao cargo porque a classe está insatisfeita com a atual gestão. Ercílio disse que só irá discutir o processo depois de homologação.
- Atualizada em
Descrição: OAB do Tocantins Web

O advogado Mauro José Ribas informou ao Portal T1 Notícias na tarde desta terça-feira, 4, que colocou seu nome a disposição para concorrer a presidência da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Tocantins (OAB-TO). Ribas, que fez parte da base de apoio do atual presidente, Ercílio Bezerra, disse que está inconformado com a atual gestão e que por isso resolveu concorrer.

 

“ A forma como a atual gestão vem conduzindo as coisas tem deixado a classe insatisfeita, pois não temos visto progresso nas decisões e nem uma participação efetiva do Conselho. Um exemplo disso é a eleição do 5ª constitucional que foi analisada, mas até o momento, não foi divulgada a relação dos nomes. Então nós queremos mudar esse quadro”, disse.

 

Questionado sobre a possibilidade de apoiar a provável candidatura do advogado Júlio Solimar, que também concorreu a Presidência da Ordem nas eleições passadas, Ribas disse que, sua candidatura é autônoma. “Nossa candidatura é autônoma, que se opõe a velha forma de gestão e a atual. Queremos dar a Ordem uma nova alternativa”, informou.

 

Candidato definido

Ribas disse também que Ercílio já teria um nome definido para concorrer a sua sucessão há mais de ano e não teria consultado sua base de apoio. “Ele já tem um candidato há mais de ano e não comunicou a ninguém sobre a decisão”, informou dizendo que Ercílio pode indicar o advogado Epitácio Brandão como candidato a Presidência da Ordem.
 

Ercílio responde

Em resposta as críticas feitas por Ribas, Ercílio informou que pretende aguardar a homologação da candidatura para depois entrar definitivamente no debate. “Eu vou aguardar a candidatura dele ser homologada pra depois entrar no debate, até porque ele é conselheiro federal e teve três anos para efetuar as mudanças que ele acha que deveria ter acontecido. Então se ele não fez isso e critica o grupo que, até aqui, ele mesmo apoiou não é problema meu, mas ele tem o direito de falar, então ele julga, até por que agora ele é juiz”, declarou.

Candidatura de Epitácio Brandão

Sobre as declarações de Ribas em que ele afirma que Epitácio Brandão seria o candidato a sua sucessão, Ercílio negou que esse apoio venha apenas dele. “Não é uma decisão minha, é de mais de 90% dos conselheiros da Ordem e da maioria dos 13 presidentes das subcessões do Estado, que até aqui tem se manifestado a favor do nome do Dr. Epitácio, mas o processo ainda está em andamento, não vamos discutir isso agora”, finalizou Ercílio.