Palmas, Tocantins -
Operação Feliz Aniversário
1.220 visualizações

Menino de 11 anos envia carta à Polícia Civil em Palmas e é homenageado com festa

A ação foi realizada após o estudante ter entregue, há cerca de duas semanas, nas dependências da 5ª DPC, uma carta escrita à mão, falando de sua admiração aos policiais civis
- Atualizada em
Estudante ganhou festinha de aniversário e presentes Dennis Tavares/SSP

A manhã de quarta-feira, 27, foi especial para o estudante Pedro Lucas Cirqueira, morador do Jardim Aureny II, em Palmas. Por meio de uma ação conjunta, a Polícia Civil do Tocantins realizou a Operação Feliz Aniversário, parabenizando o estudante pelos 11 anos de idade. Participaram da celebração, delegados, agentes, escrivães e servidores da Secretaria da Segurança Pública (SSP), por meio da 5ª Delegacia de Polícia Civil de Palmas e Central de Flagrantes, como também integrantes do Grupo de Operações Táticas Especiais (Gote), além dos sindicatos dos Delegados (Sindepol) e dos Policiais Civis (Sinpol) do Estado.

 

A ação foi realizada após o estudante ter entregue, há cerca de duas semanas, nas dependências da 5ª DPC, uma carta escrita à mão, falando de sua admiração aos policiais civis e pedindo que, na data de seu aniversário, eles pudessem encontrá-lo. De família humilde, o menino lembrava no texto que seus pais não teriam condição de promover a celebração. Ao receber a carta, o agente de polícia Paulo Francisco Neto conta que se emocionou ao ler o pequeno texto, escrito com caligrafia, regras de acentuação e concordância perfeitas. “Aquilo me deixou muito emocionado. Com 20 anos trabalhando na corporação, muitas vezes nós vemos a comunidade nos olhar com medo. Essa admiração nos encoraja a seguir na nossa missão”, afirmou.

 

De posse da carta, todo o efetivo da 5ª Delegacia de Polícia Civil e da Central de Flagrantes se mobilizou para realizar o sonho do Pedro Lucas. Batizada de Operação Feliz Aniversário, a ação contou inclusive com uma reunião prévia entre os policiais. Conhecida como briefing, o encontro traçou as rotas por onde as viaturas deveriam seguir rumo à residência do estudante. Para o presidente do Sindepol, o delegado Mozart Felix, a ação foi iniciada pelos servidores daquela unidade policial, mas teve, ainda, o apoio de dois sindicatos, demais policiais civis e, inclusive, o acompanhamento da unidade do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer). “Foi uma mobilização conjunta, onde pudemos organizar uma festa de aniversário para o Lucas na escola em que ele estuda, que fica a poucos metros da Delegacia de Polícia. Então nós fomos buscá-lo em casa e trazer para a festa surpresa”, afirmou.

 

E para que o dia ficasse eternizado na memória do menino de família simples da Capital, a Polícia Civil do Tocantins caprichou. Mandaram confeccionar uma camiseta da Polícia Civil, com os dizeres emblemáticos de “Futuro Delegado”. Também por meio da arrecadação, foi possível adquirir uma bicicleta, brinquedos e uma grande festa foi celebrada na escola do menino para seus colegas, professores e policiais que acompanharam a operação.

 

Para a dona de casa Myla Cirqueira, mesmo sabendo da admiração do filho, ela não imaginava que ele seria capaz de tal atitude. “Eu sabia que ele tem o sonho de ser policial, mas não que ele chegaria a escrever uma carta e falasse dessa admiração”, afirmou. Já o pai, o adestrador de cavalos Neuran Vasconcelos de Souza, disse que vai fazer todo o possível para que seu filho realize o seu sonho. “A profissão de policial é muito digna e no que eu puder, vou dar total apoio para que meu filho atinja seu objetivo”, afirmou.

 

(Com informações da Ascom/SSP)