Palmas, Tocantins -
A pedido do MPF
4.217 visualizações

Ministro do STJ determina abertura de 7 novos inquéritos contra Miranda e familiares

Processo tramita no STF desde 2015, para investigar crimes supostamente envolvendo o governador Marcelo Miranda e membros de sua família; o teor da denúncia não foi divulgado pela Justiça
- Atualizada em
Família Miranda é alvo de novos inquéritos no STJ Ademir dos Anjos

Em decisão monocrática, o ministro Mauro Campbell Marques, do Superior Tribunal de Justiça (STF), determinou nesta quinta-feira, 12, a abertura de novos inquéritos, em processo que tramita no STF desde 2015, para investigar supostos crimes envolvendo o governador Marcelo Miranda e membros de sua família. Além ter oferecido a denúncia, foi do Ministério Público Federal que partiu o requerimento para a instauração desses sete outros procedimentos investigatórios no processo. O teor da denúncia não foi divulgado pela Justiça.

 

O MPF ofereceu denúncia contra o governador; contra seu pai, José Edmar Brito Miranda; contra seu irmão, José Edmar Brito Miranda Junior; além de Luiz Pereira Martins, Alexandre Fleury Jardim, Rossine Aires Guimarães, Antônio Lucena Barros e Alaor Jual Dias.

 

Os novos procedimentos investigatórios terão como objetivo constatar se ocorreram crimes de corrupção e lavagem de dinheiro em negociações de aviões, em contratos firmados pelo Estado com construtoras, aquisição de veículo e viagem oficial do ex-secretário Brito Miranda pela Europa com a família, entre outros.

 

O ministro deu prazo de 15 dias para que os advogados de defesa se manifestem.

 

Em entrevista ao T1 Notícias, por telefone, o advogado de Miranda no caso, Jair Alves Pereira, informou que o despacho do ministro determina que o processo entre apenas em “uma fase investigatória”. Sobre o conteúdo da denúncia, o advogado afirmou que ainda não teve acesso e por isso não pode comentar.

 

O T1 também solicitou posicionamento à assessoria do governador, no Palácio Araguaia, e aguarda retorno.