Palmas, Tocantins -
Aos 78 anos
1.196 visualizações

Morre Dona Raimunda quebradeira, ícone tocantinense, na noite desta quarta-feira

Aos 78 anos Dona Raimunda quebradeira de coco falece em São Miguel, no Bico do Papagaio
- Atualizada em
Dona Maria quebradeira ficou conhecida ao lutar pelas quebradeiras do Norte TO Divulgação/Governo do TO

Faleceu na noite desta quarta-feira, 7,  Raimunda Gomes da Silva, carinhosamente conhecida como Dona Raimunda Quebradeira de Coco, aos 78 anos. A comoção toma conta dos tocantinenses que acompanharam a história de luta de uma das mulheres mais importantes do Estado do Tocantins, tendo se tornado um ícone para seu povo. 


Dona Raimunda quebradeira faleceu em sua residência no assentamento Sete Barracas, em São Miguel do Tocantins, município do Bico do Papagaio. Ela vinha enfrentando problemas de saúde devido a diabetes, mas ainda não se sabe a causa da morte. O corpo deve ser levado para a cidade de Imperatriz (MA) e após ser velado em sua casa. 

 

Como líder comunitária, Raimunda quebradeira  se tornou conhecida por lutar pela valorização das mulheres quebradeiras de coco babaçu do norte do Tocantins, tendo sido uma das fundadoras do Movimento Interestadual das Quebradeiras de Coco Babaçu (MIQCB), que envolve quebradeiras dos estados do Pará, Tocantins, Maranhão e Piauí.

 

Ela já recebeu reconhecimento nacional e internacional pela sua representatividade, como o título de doutora honoris causa da Universidade Federal do Tocantins (UFT), indicação ao Prêmio Nobel da Paz, homenagens na Assembleia Legislativa (AL) e no Senado Federal. Dona Raimunda rompeu fronteiras de sua própria cultura e viajou por países como a Índia, Canadá, EUA e França. 

 

O Tocantins lamenta profundamente, nesta noite, a perda de Dona Raimunda quebradeira de coco. Várias autoridades políticas, lideranças e órgãos declaram pesar. A Prefeitura da cidade declarou luto oficial de três dias, além de ponto facultativo nesta quinta, 8.

Notícias sobre:

dona maria quebradeira coco morre