Palmas, Tocantins -

Estado


Expectativa
374 visualizações

Na Fecoarte, volume de negócios passa de R$2,6 milhões nos dois primeiros dias

Primeira rodada de negócios aponta volume de vendas futuras de artesanato no atacado no valor de R$2,610 milhões, apenas nos dois primeiros dias da Feira.
- Atualizada em

A primeira rodada de negócios da 10ª Fecoarte – Feira do Folclore, Artesanato e Comidas Típicas do Tocantins – realizada pelo Sebrae na quarta-feira, 8, revelou um volume de vendas futuras de artesanato no atacado no valor de R$2,610 milhões, apenas nos dois primeiros dias da Feira. Sem contar com as vendas diretas, os números trazem uma projeção do volume de negócios que poderão ser fechados até o final do evento, no próximo domingo, 12.

“Estamos alcançando um dos nossos objetivos com a realização da Feira, que é o empreendedorismo, a geração de renda para os produtores do artesanato tocantinense que é rico, bonito, diversificado e de boa qualidade,” comemora a secretária da Cultura e presidente da Fundação Cultural do Tocantins, Kátia Rocha. “Este é o resultado do trabalho que vemos fazendo há mais de um ano, com cursos e oficinas de qualificação para esses profissionais”, acrescenta a secretária.

Para muitos dos expositores, o sucesso nas vendas é uma surpresa. “Não esperava vender tudo o que trouxemos tão rapidamente”, diz a artesã Maria de Fátima Alves, de Itaguatins, vendo seu estoque esgotado. Suas peças utilitárias são trabalhadas em madeira com palha de babaçu, e chamaram a atenção do representante da rede de supermercados Pão de Açúcar, que demonstrou interesse em comercializar os produtos. “Nunca nem imaginei uma coisa dessas, e agora é trabalhar e produzir”, se alegra a artesã.

O mesmo acontece com Daniel Soares, de Palmas, que produz peças de decoração em buriti e babaçu. “É tudo uma grande surpresa. A organização da Feira, a aceitação do nosso trabalho pelo público. Tive que pedir para entregar as peças no encerramento para o estande não ficar vazio”, explica Daniel.

A 10ª Fecoarte é uma realização do Governo do Estado através da Secretaria da Cultura/Fundação Cultrual em parceria com o Sebrae-TO, CNA (Confederação Nacional da Agricultura), SENAR (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural), FAET (Federação da Agricultura do Estado do Tocantins) e Secretaria da Indústria e Comércio. (Maria José Batista)

\"https://mail.google.com/mail/u/0/images/cleardot.gif\"

 

Notícias sobre:

fecoarte tocantins secult artesanato