Palmas, Tocantins -

Estado


Educação
1.180 visualizações

Na segunda-feira, 29, rede estadual de ensino vai iniciar atividades não presenciais

A proposta será desenvolvida de forma gradual e sistêmica, iniciando com os atendimentos aos 16.845 estudantes da 3ª série do ensino médio da rede estadual.
- Atualizada em
Descrição: Samir Vieira já planejou a volta das atividades escolares. Mateus Oliveira/Governo do Tocantins

A Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes (Seduc) inicia na próxima segunda-feira, 29, as atividades não presenciais para os 16.845 estudantes da 3ª série do ensino médio na rede estadual. Esta é a primeira etapa do cronograma de retomada do ano letivo, seguindo o modelo educacional que será utilizado durante e após a pandemia.

 

A proposta, que visa assegurar a reorganização do Calendário Escolar 2020, será desenvolvida de forma gradual e sistêmica, seguindo um cronograma ajustável de acordo com o avanço ou redução da epidemia do novo coronavírus.

 

Todas as medidas foram planejadas tendo como base cinco pilares: a segurança dos profissionais de educação e dos estudantes; o respeito à diversidade da comunidade escolar; a garantia do ano letivo para os estudantes da 3ª série, ainda no ano civil 2020; a garantia da conclusão do ano letivo para todos os estudantes, independente do calendário civil; e a garantia de que o ano letivo de 2021 transcorra independente do ano 2020.

 

“A decisão de iniciar com os estudantes concluintes leva em consideração o fato de estarem em vias de realizar vestibulares e o Exame Nacional do Ensino Médio. Aos demais alunos, que terão um tempo maior conosco na rede estadual, eu gostaria de tranquilizá-los que o retorno às aulas está sendo planejado de forma gradativa e com toda segurança necessária”, assegurou a titular da Seduc, Adriana Aguiar.

 

Metodologia

 

O ensino não presencial prevê que os estudantes da 3ª série do Ensino Médio cumpram parte da carga horária no formato não presencial, entre os dias 29 de junho a 31 de julho.  Os alunos podem optar pelo acesso aos conteúdos pela internet ou por receberam os materiais impressos. Antes de iniciar a etapa não presencial, os professores receberam formação com as orientações sobre a metodologia e os mecanismos de acompanhamento dos alunos neste modelo de ensino.

 

Além do material impresso, ou digital, os alunos recebem o roteiro de estudos de cada disciplina, construído pelos próprios professores. Os estudantes que não têm acesso à internet e moram na zona urbana estão retirando o material impresso na escola. Já os estudantes da zona rural receberão as atividades por meio do transporte escolar em cada comunidade em seus domicílios.

 

O estudante José Raimundo Assunção optou pelo estudo online. “Não temos os professores em casa, mas mantemos contato pela internet, e as dúvidas com relação ao conteúdo são retiradas por meio de estudos online e também em mensagens por aplicativos. A gente agradece esse empenho das escolas, que estão viabilizando conteúdo impresso também”, relatou.

 

Samir Vieira, aluno do Colégio Estadual São José, de Palmas, fez um planejamento para a retomada dos estudos em casa. “Reservei o horário da manhã para estudar. Planejei fazer uma matéria por dia, para que seja bem estudada e, ao longo da semana, eu termino todo o conteúdo proposto por disciplina”, revelou.

 

Semipresencial

 

 O formato semipresencial terá início também com os estudantes da 3ª série do Ensino Médio e, gradualmente, será ampliado para as demais séries. Este formato está previsto para começar no dia 3 de agosto e consiste nos estudantes cumprindo sua carga horária parte não presencial e parte presencial.

 

Para tanto, está prevista a realização de revezamento de turmas. Uma semana, metade da turma participa de atividades presenciais na escola, enquanto a outra metade desenvolverá atividades não presenciais, seguindo os roteiros de estudos, que serão validados na semana subsequente, quando estarão presencialmente na escola.

 

Cronograma

 

O cronograma de retomada do ano letivo pode ser ajustado em determinados municípios, a depender do avanço ou redução da Covid-19.

 

29 de junho a 31 de julho – aulas não presenciais para os 16.845 estudantes da 3ª série do Ensino Médio

 

03 de agosto – início das aulas presenciais para 50% dos estudantes da 3ª série do Ensino Médio

 

10 de agosto – revezamento com os outros 50% dos estudantes da 3ª série do Ensino Médio

 

17 de agosto – início das aulas presenciais para 50% dos estudantes da 1ª e 2ª série do Ensino Médio

 

24 de agosto – revezamento com os outros 50% dos estudantes da 1ª e 2ª série do Ensino Médio

 

31 de agosto – início das aulas presenciais para 50% dos estudantes do Ensino Fundamental

 

09 de setembro – revezamento com os outros 50% dos estudantes do Ensino Fundamental

 

Até 31 de janeiro de 2021 – fim do ano letivo 2020

 

Fevereiro de 2021 – início do ano letivo 2021