Palmas, Tocantins -
Combate à Queimadas

Naturatins anuncia 60 vagas para contratação de brigadistas durante a estiagem

As inscrições serão gratuitas e vão ocorrer entre os próximos dias 12 e 14. Os testes de caráter eliminatórios e classificatórios serão realizados no dia 19 deste mês, nas Unidades de Conservação.
- Atualizada em
Divulgação

O Governo do Estado por meio do Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins), irá selecionar 60 brigadistas para atuar na Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais, nas Unidades de Conservação de Proteção Integral e seus entornos. Para trabalhar 40 horas semanais, o brigadista terá um salário de R$ 1.000,00 mensais.

 

As inscrições serão gratuitas e vão ocorrer entre os próximos dias 12 e 14. Os testes de caráter eliminatórios e classificatórios serão realizados no dia 19 deste mês, nas Unidades de Conservação e na sede do Naturatins. Os candidatos aprovados serão contratados baseados na Lei Federal nº 8.745/93 e na Lei Estadual nº 1.978/08, para exercer atividades por um período de até seis meses, ou seja, dentro do período de estiagem no Estado. 

 

Para os interessados em atuar na Área de Proteção (APA) Lago de Palmas e na área do Centro de Fauna do Tocantins (Cefau), as inscrições serão realizadas na sede do Naturatins em Palmas. Os candidatos que quiserem trabalhar nos Parques Estadual do Cantão, Jalapão e Lajeado, as inscrições serão nos escritórios das respectivas unidades de conservação, ou ainda na sede do Naturatins. 

 

Para trabalhar na APA Serra do Lajeado, a inscrição será na sede da APA. Já os interessados em atuar no Monumento Natural das Árvores Fossilizadas do Tocantins (Monaf), as inscrições devem ser efetuadas no escritório da sede. “Caso o candidato resida em outras regiões, mas está em trânsito passando por Palmas, ele pode se dirigir a sede do Naturatins com toda a documentação e realizar sua inscrição", disse o responsável pela Segurança Contra Incêndio Predial e Proteção das Unidades de Conservação do Naturatins, Tenente Coronel Bombeiro Peterson Ornelas. 

 

Para a contratação, o candidato à vaga deverá ser alfabetizado, ter noções de Prevenção, Controle e Combate a Incêndios Florestais e apresentar atestado médico. Entre as atividades, o candidato aprovado, irá executar ações relacionadas ao Manejo Integrado do Fogo, tais como monitoramento, prevenção, preparação, combate e uso do fogo. Além de saber utilizar adequadamente os equipamentos de proteção individual (EPIs).

 

Dentro das atividades dos brigadistas, haverá ações sobre conscientização, orientação e educação ambiental relacionada às queimadas e incêndios florestais. Cabe também a coleta de sementes, produção de mudas, recuperação de áreas degradadas e de alternativas ao uso do fogo na agropecuária.

 

Haverá também execução de tarefas de abertura, construção e manutenção de aceiros, estradas, caminhos e outras atividades que facilitem as ações de deslocamento da brigada, a contenção e extinção de incêndios florestais, além de apoio e execução de queimadas controladas ou prescritas, realização de atividades de vigilância e monitoramento e combate de incêndios florestais, com o cumprimento de técnicas e procedimentos de segurança, entre outras.

 

Documentos comprobatórios

 

O Tenente Coronel Bombeiro Peterson Ornelas, alerta para a apresentação dos documentos no ato da inscrição. “O candidato deve preencher um formulário e entregar o currículo preenchido, em letra de forma legível, juntamente com os respectivos documentos comprobatórios como Carteira de Identidade, CPF, CNH, Título de Eleitor (comprovantes das duas últimas votações)” explica.

 

Também é necessária a apresentação de Certificado de Alistamento Militar, Certidão de Nascimento ou Casamento, Inscrição no PIS/PASEP, Comprovante de Residência, atualizado, Certidão negativa de antecedentes criminais, Tipo Sanguíneo e Fator RH, além de documentação que comprove os dados bancários atualizados.

 

Após a análise dos currículos, os candidatos serão convocados para realizar o Teste de Aptidão Física (TAF) e o Teste de Habilidades e Uso de Ferramentas Agrícolas (THUFA) de caráter classificatório. A prova tem como objetivo avaliar a resistência muscular, aeróbica e a capacidade cardiorrespiratória dos candidatos, numa distância percorrida de 2.400, metros. Ao candidato também será solicitada a confecção de um aceiro de 15 m².