Palmas, Tocantins -
Contratos Temporários
1.930 visualizações

No Diário, secretário da Administração encerra mais de 290 contratos já extintos

Dentre os contratos extintos estão médicos, enfermeiros, professores da educação básica, auxiliares de serviços gerais, assistentes, analistas técnicos e mais
- Atualizada em
Secretário de Administração do Estado, Edson Cabral

O governo do Estado publicou um decreto no Diário Oficial do Estado, assinado pelo secretário de Administração, Edson Cabral de Oliveira, na noite dessa última terça-feira, 6, extinguindo em três partes 294 contratos temporários.

 

As exonerações não devem impactar os hospitais públicos, segundo o Governo, por ser tratar da publicação de contratos já extinto  ao longo do ano. Estão entre os contratos encerrados profissionais médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e auxiliares de limpeza hospitalar. Conforme os decretos, as extinções ocorreram devido término dos contratos temporários.

 

Dentre os cargos também estão professores da educação básica, auxiliares de serviços gerais, assistentes e analistas técnicos. Dos contratados dispensados, quase 20 mulheres, que acabaram de voltar do seu período de licença maternidade, tiveram seus contratos encerrados.

 

 

 

Profissionais já não estavam trabalhando

 

Em nota, o Governo do Estado esclareceu que "os Atos Declaratórios de Extinção de Contratos Temporários divulgados no Diário Oficial do Estado (DOE) Nº 5.231, de 06 de novembro de 2018, tratam-se de contratos, cuja vigência já estava expirada, uma vez que os contratos são realizados por tempo determinado. Nos próprios atos, publicados no DOE, pode-se observar a data de término dos referidos contratos. Ressaltamos que somente agora é que essas extinções foram publicadas em Diário Oficial, portanto, esses profissionais não estão mais trabalhando desde as datas indicadas nos respectivos Atos".

 

Assina a nota, a Secretaria de Estado da Comunicação Social.

Notícias sobre:

exonerações governo contratos