Palmas, Tocantins -

Estado


Doação
589 visualizações

Número de acidentes aumenta necessidade de doação de sangue: estoque está baixo

Os estoques de sangue na Hemorrede do Tocantins estão em níveis críticos e o grande número de acidentes registrados agrava ainda mais o problema. Uma campanha para captação de doadores é feita para reverter a situação.
- Atualizada em
Descrição: Precisa-se de doação urgente web

O grande número de acidentes registrado no Tocantins agrava ainda mais a situação do banco de sangue de Palmas. Atualmente a unidade, que atende Palmas e outros municípios através da Hemorrede do Tocantins, está com estoques em níveis críticos.

 

De acordo com a gerente de Setor de Captação de Doadores do Hemocentro Coordenador de Palmas,  Dênis Gomes, a Hemorrede está precisando de todos os tipos, especialmente os negativos. “A cada dia os estoques estão mais baixos e isto é bastante preocupante”, afirmou Dênis.

 

A gerente informou que quando os estoques chegam a níveis muito baixos o Hemocentro recorre aos doadores de repetição, que são aquelas pessoas que fazem doações com frequência. “Mas o importante é que outras pessoas também façam doação”, argumentou Dênis.

 

Campanhas

Uma das estratégias utilizadas pela Hemorrede para aumentar os estoques são as campanhas desenvolvidas junto às empresas e escolas que possuem cursos ligados à área da saúde. “Nosso trabalho é de sensibilização no sentido das pessoas compreenderem a necessidade de doar sangue. Isto tem dado um bom resultado”, avaliou Dênis.

 

Para facilitar o trabalho, dentro dos próximos dias, a Hemorrede vai receber uma nova unidade móvel de coleta. Esta unidade vem equipada para atender a população diretamente nos municípios e servirá como referência em nível nacional.

 

Além de atender aos municípios mais próximos da Capital, a unidade móvel também vai atender a comunidade de Taquaralto, com coletas em dias programados.

 

Quem pode doar

De acordo com Dênis Gomes, qualquer pessoa em perfeito estado de saúde pode fazer doação de sangue, desde que tenha entre 16 e 67 anos de idade, mais de 50 quilos e um documento de identidade com foto.

 

Para as pessoas entre 16 e 18 anos é necessário estar acompanhado dos pais ou responsável na primeira doação, ou na segunda doação, com autorização do responsável.

 

Antes de fazer doação a pessoa passa por uma triagem para saber se não possui doença ou impedimento de doar. “É muito importante que durante a triagem o doador responda os questionários corretamente. Assim evitamos fazer coleta que depois tenha de ser descartada”, alertou Dênis Gomes.

 

Em Palmas

Em Palmas, para fazer a doação o interessado pode procurar o Hemocentro na quadra 301 Norte, próximo ao Detran. O telefone para contato é 3218-3287, ou o anexo ao Hospital Geral Público de Palmas (HGPP), telefone 3218-7340.

 

Outras cidades

Hemocentro Regional de Araguaína – Na Rua 13 de Maio, n° 1336, Centro

Fone: (63) 3411 - 2915/3413-8100/ FAX: (63)3415-2900

Núcleo de Hemoterapia de Gurupi - (63)3312-2237/FAX: (63)3351-2278

UCT de Augustinópolis - FONE/FAX: (63)3456-1153

UCT de Porto Nacional – Na Av. Luiz Leite Ribeiro S/Nº Setor Aeroporto

Fone: (63) 3363-5161