Palmas, Tocantins -

Estado


No combate ao coronavírus
1.653 visualizações

PM-TO tem 187 policiais nos grupos de risco e 10 casos suspeitos para covid-19

Os policiais que pertencem ao grupo de risco estão em trabalho remoto e os que estão em com suspeita da doença, em quarentena.
- Atualizada em
Divulgação

Aliada ao executivo, a Polícia Militar (PM) é uma das entidades públicas que mais atuam de frente no controle da pandemia do novo coronavírus no país. Contudo, há de se ter uma precaução com os militares que fazem parte do grupo de risco para a covid-19. Em contato com o T1, a PM no Tocantins disse que até a presente data, 4 de abril, 187 policiais militares foram classificados pertencentes a algum grupo de risco e 10 militares apresentaram sintomas suspeitos do covid-19, porém até o momento não houve nenhum caso confirmado.


 

A corporação informou que segue rigorosamente o protocolo estipulado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), dispostos em decretos vigentes. Os policiais que pertencem ao grupo de risco estão em trabalho remoto e os que estão em com suspeita da doença, em quarentena.


 

A PM “está com plano de contingência 001/2020 em vigor. Todos o efetivo da PMTO recebe acompanhamento contínuo do serviço de saúde da PM, que possui médicos, dentistas, psicólogos, enfermeiros e assistente social” esclareceu a Polícia em nota. .


 

Adotou também o trabalho remoto para os auxiliares que executam trabalhos essenciais nas seções administrativas, com objetivo de desaglomerar os quartéis, exceto para os chefes e comandantes que cumprem normalmente o expediente.


 

Já os policiais saudáveis, 120 foram remanejamos de funções administrativas para o serviço operacional para intensificar o trabalho integrado como outros órgãos nas fiscalizações ao cumprimento das medidas de restrições em todo estado.


 

Por fim, a PM afirma que adquiriu e distribuiu álcool gel e máscara para todo efetivo e promoveu ampla campanha educativa além de fazer o acompanhamento diário em todas as unidades para acompanhamento de policiais que possam apresentar suspeitas de contaminação.