Palmas, Tocantins -
Saúde
3.183 visualizações

Pró-Saúde vai manter serviços durante ocorrência de processos licitatórios

O fornecimento de medicamentos será mantido, bem como serviço dos profissionais nos 17 hospitais onde a organização atua até que o Estado conclua os processos licitatórios.
- Atualizada em
Pró-saúde permanece até termino de licitações Lourenço Bonifácio

A Secretaria da Saúde anunciou na tarde desta quarta-feira, 10, a decisão de manter a Pró-Saude na gestão dos serviços nos quais o Estado não conseguiu concluir os processos licitatórios.

 

“Não se trata de uma prorrogação de contrato”, afirmou a nova secretaria de Saúde, Vanda Paiva, lembrando que a continuidade da prestação de serviços já estava previsto quando da decisão da recisão contratual, há 90 dias, e cujo prazo terminaria neste dia 10 de outubro.

 

De acordo com a secretária, o Governo do Estado está dando andamento aos processos licitatórios para contratação de serviços de laboratórios, UTIs aérea e terrestre, manutenção e medicamentos.

 

Dívidas

Vanda Paiva também informou a formação de uma comissão composta por técnicos da Pró-Saude e da Sesau para fazer um levantamento de todas as dívidas que o Estado tem com a entidade.

 

Esta semana diretores da Organização Social informaram que o Estado não estava cumprindo integralmente com o parcelamento do débito de R$ 38 milhões. “Todos os números serão levantados para fazermos um reescalonamento da dívida”, informou a secretária.

 

Sem prejuízos

Vanda ainda garantiu que os serviços prestados à população não serão afetados. “A continuidade da parceria com a Pró-Saude é justamente para que os serviços não sofram sejam interrompidos”, afirmou a secretária.

 

Notícias sobre:

pro-saude tocantins licitação