Palmas, Tocantins -
Fiscalização

Procon treina equipes para intensificar fiscalizações em postos de combustíveis no TO

Procon oferece curso de capacitação a servidores para intensificar fiscalização de postos de gasolina e combustíveis; ação quer garantir acesso a produtos com qualidade e com preços justos
- Atualizada em
O treinamento segue até a próxima sexta-feira Divulgação Procon

Com o objetivo de qualificar os servidores, intensificar a fiscalização das atividades relativas ao abastecimento de combustíveis e garantir acesso do consumidor a produtos com qualidade e com preços mais justos, além da realização de georreferenciamento de empresas do setor no Tocantins, a Superintendência de Proteção aos Direitos do Consumidor (Procon-TO) iniciou ontem, 11, um treinamento que segue até a próxima sexta-feira, 16, e faz parte do acordo do Procon-TO com a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Bicombustíveis (ANP), firmado em abril deste ano.

 

Após o treinamento dos servidores do Procon, as metas a serem atingidas passam pelas ações de fiscalização em campo, em conjunto com agentes de fiscalização da ANP e em forças-tarefa.

 

O curso foi dividido em teoria e prática, sendo apresentado o que é regulação, quem são as agências reguladoras, documentação, convênios, planejamento, como fiscalizar, assim como ações orientativas e punitivas. Na parte pratica, os fiscais irão aos postos de combustíveis fiscalizar de acordo com as orientações da ANP.

 

Ações previstas

 

Nas ações estão previstas fiscalizações voltadas à educação e orientação dos agentes do setor, bem como a prevenção e repressão de condutas violadoras da legislação. O superintende do Procon/TO, Walter Nunes Viana Junior, explicou que  a capacitação permitirá a atuação maior do órgão fiscalizador. “Teremos agora uma abrangência maior da fiscalização podendo atuar em nome da ANP. Verificar a documentação dos postos, certidões, documentos específicos de funcionamento, autuar, assim como interditar o local quando necessário. É mais uma forma de dar mais transparência das nossas ações em defesa do consumidor”, explicou o superintendente.

 

Georreferenciamento

 

Sobre as atividades de georreferenciamento, o especialista em regulação da ANP, Glauber Nicioli, destacou que tem como objetivos de atualização e contextualização espacial do cadastro com o intuito de aumentar a confiabilidade sobre os dados das empresas, garantir a segurança do abastecimento, melhorar a gestão de ações de fiscalização e promover a economia de recursos públicos.

 

“Com o georreferenciamento vamos mapear todos os postos de combustíveis do Tocantins, assim disponibilizar estas informações para que todos os consumidores tenham acesso. Este mesmo trabalho já foi feito no Goiás. Esperamos resultados positivos e além de tudo teremos uma abrangência bem maior na fiscalização”, afirmou Nicioli.

 

(Com informações da Ascom/Procon Tocantins)