Palmas, Tocantins -

Estado


Educação
1.040 visualizações

Professor alega que teve contrato cancelado após reclamar de atraso no pagamento

O professor Vianey Castelo Branco, que lecionava como professor contratado na Escola Dom Alano, afirmou que teve seu contrato cancelado pela Seduc. A Secretaria informou que o contrato foi interrompido para a nomeação de um professor concursado.
- Atualizada em

O professor Wianney Castelo Branco, que lecionava as disciplinas de Matemática, Química e Física na Escola Estadual Dom Alano, foi informado pela direção da unidade escolar que seu contrato com o Estado foi cancelado.

De acordo com o professor, o cancelamento aconteceu depois que ele procurou a imprensa para denunciar o atraso no pagamento de salários referentes aos meses de março e abril. “Meu contrato tinha validade até o dia 12 de outubro, mas agora fui informado que estava cancelado”, afirmou o professor.

Wianney afirmou que desde março, a Secretaria da Educação deixou de pagar valores referentes a 44 dias de trabalho. “Agora cancelaram meu contrato de trabalho e não efetuaram o pagamento”, reclamou o professor.

Aluno reclama

A falta de professor nas disciplinas de Química e Física causa preocupação entre os alunos. De acordo com Flávio Lucas dos Santos, do 3º ano, a falta de professor para as disciplinas provoca incertezas. “Nossa preocupação é que não seja contratado um novo professor e isso prejudique nos estudos, principalmente para quem vai prestar vestibular”, argumentou Flávio.

O estudante informou também que ficou surpreso quando retornou para o segundo semestre letivo e constatou que não tinha mais professor da disciplina. “Eu moro em Araguaína e estou em Palmas para concluir o ensino médio. Sem professor a situação fica complicada”, afirmou.

Seduc esclarece

A Seduc esclareceu que o professor Vianey Castelo Branco foi substituído em função de um professor concursado ter prioridade no preenchimento da vaga.

Confira a nota da Seduc

Secretaria da Educação informa que a substituição do professor Wianney Castelo Branco, do Colégio Dom Alano, em Palmas, aconteceu em razão da necessidade de cumprimento às normas do Serviço Público, em que o servidor concursado tem prioridade no preenchimento da vaga.

Quanto ao pagamento dos dias devidos ao professor, pede-se entrar em contato com a Diretoria de Recursos Humanos da Seduc, pessoalmente, ou
ligar para o número 3218 – 1558.