Palmas, Tocantins -

Estado


Falecimento
2.474 visualizações

Professor Ruy Rodrigues, ex-secretário e ex-reitor, morre em Goiânia aos 88 anos

Ex-secretário de Educação do Estado e ex-reitor da Universidade do Tocantins faleceu em decorrência de falência múltipla dos órgãos e seu corpo será velado em Goiânia
- Atualizada em
Descrição: Em 2008 Ruy Rodrigues recebeu título de doutor Foto: Humberto Leão

O ex-secretário de Educação do Estado e ex-reitor da Universidade do Tocantins (Unitins), professor Ruy Rodrigues da Silva, faleceu na madrugada desta quinta-feira, 27, em Goiânia (GO), onde estava internado, no Hospital do Coração, desde o último dia 7, com quadro grave de pneumonia. Professor Ruy faleceu em decorrência de falência múltipla dos órgãos e seu corpo será velado em Goiânia, em cerimônia reservada à família. O sepultamento está previsto para as 13h. Nascido em Porto Nacional, Ruy Rodrigues faria 89 anos nesta sexta, 28. Ele deixa duas filhas, Adrienne e Sofie, quatro netos, e um legado intelectual que fica para a história do Estado e dos lugares onde atuou.

 

Teólogo, filósofo, sociólogo, escritor, professor e intelectual, Professor Ruy dedicou sua vida à educação, à cultura e aos temas ligados à humanidade, tanto no Brasil quanto na Europa, e em países da África e na Ásia Oriental, nos 20 anos de exílio político que foi obrigado a cumprir no período da ditadura militar.

 

Em 1991, a convite do governador Moisés Avelino, assumiu a Secretaria Estadual de Educação, Cultura e Desporto, onde permaneceu até o final do mandato, em 1994. Sua gestão foi marcada pela interiorização das ações culturais com ênfase na implantação de representações regionais de cultura nas 16 Delegacias de Ensino do Tocantins.

 

Também no Tocantins, a convite do governador José Wilson Siqueira Campos, foi reitor da Universidade do Tocantins (Unitins), no período de 1998 a 1999. Sua gestão foi marcada pela descentralização do ensino superior, com a implantação de campus no interior do Estado. 

 

Ainda no âmbito da cultura, destacam-se a realização do I Encontro de escritores do Tocantins; do I Canta Tocantins – Festival da Canção, realizado em Araguaína, Gurupi e Palmas; do I Festival de teatro e dança do Tocantins, em Porto Nacional, dentre outras atividades.

 

Doutor Honoris Causa

Em junho de 2008 Ruy Rodrigues recebeu da Universidade Federal do Tocantins (UFT), instituição que ele ajudou a criar, o título de “Doutor Honoris Causa”, atribuído à personalidades que se distinguiram pelo saber ou pela atuação em prol das artes, das ciências, da filosofia, das letras ou do melhor entendimento entre os povos. A honraria foi conferida por Alan Kardec Barbiero, reitor à época.

 

Professor da Universidade Federal de Goiás foi também secretário de Estado de Educação no governo Mauro Borges, de 1961 a 1964, e presidente da Fundação de Formação de Servidores Públicos Estaduais de Goiás no governo de Henrique Santilho, em meados da década de 80 e início dos anos 90.

 

Foi um dos fundadores da Casa do Estudante Norte Goiano (Cenog), com sede em Goiânia e filiais em Pedro Afonso, Dianópolis, Miracema, Porto Nacional e Rio de Janeiro, e da Comissão de Estudo dos Problemas do Norte Goiano (Conorte), espaços de debates estratégicos pela criação do Estado do Tocantins.   

 

Exílio

Ruy Rodrigues da Silva viveu todo o seu exílio político na França, mas de lá atuou fortemente como gestor de Projetos de Desenvolvimento e Ajuda Internacional para Organismos Multilaterais, sobretudo na África. Foi assessor da presidência da República de Guiné Bissau na década de 80 e professor no “Institut de Recherche en Sciences Sociales de Montrouge – Région Parisienne”.

 

Destaca-se ainda a criação do Projeto DIOP - que resultou na implantação da primeira sala de cirurgia oftalmológica móvel do mundo, no Senegal, na década de 70. Ruy Rodrigues liderou ainda projetos de desenvolvimento de energias alternativas como a energia solar para regiões do Centro-Oeste africano e do Vietnã, além de fomentar a criação de várias Organizações Não Governamentais na África.

 

Ainda na África, fomentou a criação de cooperativas de produção agrícola, de construção civil, de artesanato, de exploração agrícola, a utilização de energia eólica para coleta de água, o desenvolvimento de projetos reaproveitamento de dejetos vegetais para a alimentação do gado e de projetos de piscicultura, dentre outros.

 

Parte do seu legado intelectual de Ruy Rodrigues da Silva está contida nas publicações: Exercícios de Admiração: Reflexões Sobre Pessoas, Poder, Cultura e Cidades; Elementos e Dados Históricos do Estado do Tocantins; As Áfricas que Descobri; Respirando o Pretérito.

 

Notas de pesar

A vice-governadora do Tocantins, Claudia Lelis emitiu nota de pesar sobre o falecimento do professor Ruy. “Tocantinense de Porto Nacional professor Ruy dedicou sua vida à educação, à cultura e aos temas ligados à humanidade. Seu caráter educador e humanitário sempre será lembrando e os Tocantinenses sentem orgulho desse homem que sempre trabalhou em prol da educação e da cultura do Estado. Seu legado sempre será lembrado por muitas gerações. As filhas, netos e familiares meu profundo respeito e admiração. Que Deus em sua infinita bondade conforte a todos”.

 

O governador Marcelo Miranda também lamentou a morte de Ruy Rodrigues. “Recebi, com pesar, a notícia do falecimento do professor, ex-secretário de Estado da Educação, Ruy Rodrigues, ocorrido nesta quinta-feira, 27, em Goiânia (GO). O Tocantins se despede de um portuense que fez de sua história um retrato da luta pela liberdade e em favor de causas humanitárias. Eu e minha família rogamos a Deus para que conforte a família do saudoso Ruy Rodrigues nesse momento de dor”.

 

O deputado estadual Paulo Mourão também lamentou a morte do ex-gestor. “Lamento profundamente o falecimento do portuense, ex-secretário de Educação e ex-reitor da Universidade do Tocantins (Unitins), professor Ruy Rodrigues da Silva. O Tocantins perde um homem inspirador, aguerrido e defensor das causas sociais, educacionais e culturais, que sempre colaborou com seus conhecimentos para o enriquecimento da cultura e história tocantinense. Professor Ruy, não só prestou relevantes serviços à frente da educação no Tocantins, no período em que esteve como secretário Estadual da Educação e reitor da Unitins, mas também foi responsável por fatos históricos relevantes na luta em prol da criação do Estado do Tocantins, atuando como membro da Comissão de Estudos dos Problemas do Norte (Conorte) e sendo fundador da Casa do Estudante do Norte Goiano (Cenog), onde fez parte do movimento estudantil que teve papel preponderante na criação do Tocantins. Este grande entusiasta da educação e cultura, grande pai de família, ser humano ético e exemplar, deixará saudades e um grande vazio no cenário tocantinense. Envio aos familiares e amigos  nossas condolências e peço a Deus que conforte os corações de todos neste momento de dor”.

 

O prefeito de Paraíso do Tocantins, Moisés Avelino, emitiu nota de pesar pelo falecimento de Ruy Rodrigues. “A Prefeitura Paraíso do Tocantins, lamentam a perda irreparável do homem público, pai de família, amigo querido, professor de mente brilhante, que foi em vida, ex-secretário de Educação e ex-reitor da Universidade do Tocantins (Unitins), professor Ruy Rodrigues da Silva. Rendemos a ele as justas homenagens pelos serviços prestados em favor da comunidade quando foi Secretaria Estadual de Educação, Cultura e Desporto, de 1991 a 1994, no qual era Governador do Tocantins e nos solidarizamos de forma especial com seus familiares e amigos. Consternados por sua partida, compartilhamos o sentimento de perda de todo o povo tocantinense, rogando para que Deus ampare seus familiares”.

 

Por meio de nota, o senador Vicentinho Alves (PR) lamentou o falecimento do seu conterrâneo e amigo. Vicentinho ressaltou as contribuições de Ruy à sociedade. “Um grande amigo de meu saudoso pai e um grande amigo nosso. Muito meu amigo! Sinto muito a ausência física, mas ele estará sempre presente nos corações de todos nós, que conviemos com ele e, de uma forma ou de outra, recebemos dele muita instrução de vida - vida educacional e vida pessoal. Portanto, fica aqui a nossa homenagem. Eu, como homem de fé cristã, desejo que Deus dê o descanso merecido a esse grande guerreiro e grande brasileiro. Nossos sentimentos estão com suas filhas, Adrienne e Sofie, seu irmão Adelmo Rodrigues e toda a sua família”, disse o senador.

 

A reitora da Universidade Estadual do Tocantins (Unitins), Elizângela Glória Cardoso, lamentou o falecimento do ex-reitor da instituição. “Ruy Rodrigues deixa um legado na Universidade onde atuou nos anos de 1998 e 1999, tendo fortalecido a Unitins no Estado do Tocantins naquela época com uma gestão marcada pela descentralização do ensino superior, dada a implantação de câmpus no interior do Estado”, destaca a reitora por meio de uma nota de pesar. “A reitora presta suas condolências a familiares, amigos e todos aqueles que compartilharam da vida do professor, especialmente acadêmicos e servidores desta instituição de ensino superior”, afirma a nota.

 

Prefeitura de Palmas lamentou a perda. "É com profundo pesar que a Prefeitura de Palmas recebe a notícia do falecimento do intelectual Ruy Rodrigues da Silva ocorrido nesta quinta-feira,27, em Goiânia/GO. Natural de Porto Nacional, no Tocantins, o professor desempenhou papéis de destaque na educação, sendo reitor da Universidade do Tocantins (Unitins) e secretário Estadual de Educação. Teólogo, filósofo, sociólogo e escritor, Ruy Rodrigues da Silva dedicou sua vida à educação, à cultura e aos temas ligados à humanidade, tanto no Brasil quanto na Europa e em países da África e na Ásia Oriental, nos 20 anos de exílio político que foi obrigado a cumprir no período da ditadura militar. Sua dedicação lhe rendeu ainda o título de ‘Doutor Honoris Causa emitido em 2008 pela Universidade Federal do Tocantins (UFT).  Mediante tamanha perda, a gestão municipal lamenta e pede a Deus conforto aos amigos e familiares".

 

(Atualizada às 18h16 - Com informações de Ivonete Motta)