Palmas, Tocantins -

Estado


Luto
2.060 visualizações

Professora e pesquisadora do curso de jornalismo da UFT morre vítima de câncer

Verônica Dantas vinha travando uma luta contra um câncer de mama e faleceu em Aracaju, aos 46 anos
- Atualizada em
Descrição: Verônica Dantas Arquivo Pessoal

O curso de jornalismo da Universidade Federal do Tocantins (UFT) perdeu, na noite desta quarta-feira, 5, a professora Verônica Dantas Meneses. Ela vinha travando uma luta contra um câncer de mama e faleceu em Aracaju-SE, aos 46 anos.

 

Verônica deixa uma filha, amigos, alunos e ex-alunos, além de colegas de trabalho que admiravam sua postura como ser humano e educadora. O velório ocorre no povoado Esteios, município de Ribeirópolis (SE). 

 

Nas redes sociais, surgem as primeiras manifestações de carinho e luto. O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado do Tocantins, em nota, disse que Verônica "se despede da jornada terrena, vencida pelo câncer, que lhe tirou a vida, mas não a gratidão que temos por ela".

 

 

 

 

 


 

 

 

 

 

 

 

 

 

Verônica Dantas


Sergipana, Verônica era jornalista e graduou em sua terra natal, pela Universidade Federal de Sergipe (UFS), onde também fez mestrado. Ela concluiu o doutorado em Comunicação pela Universidade de Brasília, na linha Imagem e Som do Programa de Pós-Graduação em Comunicação (2010).

 

Além de ser docente do quadro fixo do curso de jornalismo, foi professora do mestrado em Comunicação e Sociedade da Universidade Federal do Tocantins e ainda coordenadora do Núcleo de pesquisa e extensão Comunicação, Imagem e Diversidade Cultural (CID) e do Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Sociedade da UFT. 

 

Notas de Pesar

 

Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado do Tocantins:  Foi com muita tristeza que recebemos a noticia da partida da prof Veronica Dantas, docente da Universidade Federal do Tocantins, do curso de Jornalismo e do Programa de Mestrado em Comunicação e Sociedade. Amada pelos seus alunos, colegas de trabalho e amigos, por ser uma pessoa acolhedora, companheira, solícita, e sempre disposta a contribuir. Se despede da jornada terrena, vencida pelo câncer, que lhe tirou a vida, mas não a gratidão que temos por ela. Apesar do jeito mãezona, ela sempre foi discreta, e preferiu se afastar para cuidar da doença sem alardes. O Sindjor Tocantins lamenta a perda precoce, pois a professora Verônica era sonhadora, idealizadora, batalhadora e deixará em nós um pouco da sementinha dela por meio das inúmeras contribuições ao Sindicato, na formação dos alunos da graduação e mestrado, e dos amigos.Que Deus a receba em sua nova morada, e que de lá ela possa receber as boas energias do carinho imenso que muitos tinham por ela. E que sua amada Catarina, a filha, e seus parentes possam ser amparados nesse momento de despedida e luto.

 

Universidade Federal do Tocantins (UFT) : É com imenso pesar que a Universidade Federal do Tocantins (UFT) lamenta o falecimento da professora do curso de Jornalismo (Câmpus de Palmas), Verônica Dantas Meneses, 46 anos. Ela nos deixou nesta quarta-feira (5). O velório ocorrerá no povoado Esteios, município de Ribeirópolis ( SE), sua terra natal. Sempre muito alegre, leve e divertida, Verônica contribuiu na formação de muitos jornalistas do estado do Tocantins como professora do curso de Jornalismo, desde o ano de 2003 na UFT. Foi também professora e coordenadora do Mestrado Acadêmico em Comunicação e Sociedade da UFT e ainda coordenadora do Núcleo de pesquisa e extensão Comunicação, Imagem e Diversidade Cultural (CID). Dedicou-se à pesquisa na área de Comunicação, com ênfase na Folkcomunicação e comunicação e meio ambiente e, ainda, nos trabalhos de extensão universitária.