Palmas, Tocantins -

Estado


Trânsito
183 visualizações

Projeto prevê instalação de radares em trechos de rodovias de todas as regiões

Radares fixos eletrônicos de redução e de controle de velocidade visam reduzir acidentes de trânsito
- Atualizada em
Descrição: Equipamentos vão reforçar segurança nas rodovias Ageto/Governo do Tocantins

A Agência Tocantinense de Transportes e Obras (Ageto) segue implantando equipamentos de fiscalização eletrônica e redutores de velocidade em diversas rodovias do Tocantins.  O projeto prevê a implantação de equipamentos em trechos de rodovias de todas as regiões do Estado.  Todos esses equipamentos serão geridos por meio de um Centro de Comando e Operação das Infrações instalado na sede da Ageto em Palmas.

 

Os equipamentos são do tipo Redutor Eletrônico de Velocidade (REV) mais conhecido como lombada eletrônica; Controladores Eletrônicos de Velocidade com câmera de monitoramento (CEV), o popular pardal e Radares fixos com Pesagem Estática (balanças), além da aquisição de duas balanças móveis de pesagem.

 

Confira alguns dos trechos e das rodovias escolhidas onde estarão os equipamentos: TO-010, que liga Palmas a Lajeado; TO-050, entre Palmas e Porto Nacional; TO-030, que liga Palmas ao Distrito de Taquaruçu; e na TO-080, na Ponte Fernando Henrique Cardoso entre Palmas e o Distrito de Luzimangues. Outro, na TO-080 no início da duplicação na entrada para o pátio multimodal. E na região centro-norte, na TO-342, em Miranorte. Na região sul, no trecho da TO-387, no ponto conhecido como Apertado da Hora ou Curva da Morte, em Palmeirópolis.

 

“O excesso de velocidade ainda é uma das principais causas de acidentes, mesmo com a maioria das pessoas nas vias sendo bons condutores. Principalmente quando também ocorre o consumo de álcool antes de dirigir e o condutor tende a acelerar. Uma das principais formas de coibir essa prática, dentro da legislação, é com a implantação dos radares”, destaca a secretária de Estado da Infraestrutura, e presidente da Ageto, Juliana Passarin.

 

Estudo

 

Os pontos de instalação foram escolhidos após a realização de um estudo, com análise e classificação dos 5,8 mil km de rodovias estaduais pavimentadas no Estado, por meio da metodologia International Road Safety Assessmet (iRAP). As informações desse estudo subsidiaram um projeto de modernização da sinalização com a finalidade de diminuir os índices de acidentes de trânsito nas rodovias estaduais. “Foram elaborados estudos técnicos para cada ponto de instalação dos radares com a finalidade de melhorar a segurança nas rodovias do Tocantins”, disse a diretora de Engenharia de Tráfego e Segurança Viária, Lúcia Leiko.