Palmas, Tocantins -

Estado


Saúde
248 visualizações

Reforma do Hospital Dona Regina já tem empresa contratada e recursos de R$ 3 milhões

A Só Terra Construções e Projetos ganhou a concorrência para fazer a reforma do Hospital Dona Regina; sem previsão do início das obras, a empresa terá o prazo de 15 meses para concluir a reforma.
- Atualizada em
Descrição: Reforma do prédio do Hospital Dona Regina já está com recursos garantidos divulgação

A Secretaria da Infraestrutura, Cidades e Habitação publicou na edição do Diário Oficial do Estado desta quinta-feira, 13, a empresa que vai fazer a reforma do Hospital e Maternidade Dona Regina. Pelo valor perto de R$ 3 milhões a obra ficará a cargo da Só Terra Construções e Projetos Ltda, de Aparecia de Goiânia. O prazo para execução das obras e dos serviços será de 15 meses, de acordo com o projeto básico. A secretaria ainda não tem previsão de data para o início das obras.

 

Os recursos são resultados de uma emenda parlamentar da deputada Dorinha Seabra (DEM), no valor total de R$ 2.991.219,00 , que serão aplicados na reforma de recepções, áreas de circulação, ambulatórios, pronto socorro, enfermarias, centro cirúrgico (sala de assistência ao recém-nascido), pré-parto, U.T.I., U.C.I e C.T.I.

 

De acordo com a Comissão Permanente de Licitação da Secretaria da Infraestrutura, Cidades e Habitação do Estado do Tocantins, os critérios de julgamento da licitação foram baseados no menor preço, levando em consideração o inciso VI do artigo 43 da Lei 8.666. A tomada de preços é de nº 004/2019, do processo nº 2018/30550/008.162.

 

A definição da empresa que vai realizar a reforma do prédio do hospital Dona Regina, cujos recursos já estão garantidos, vem em um momento que vai atender a recomendação do Ministério Público Estadual (MPE) feita à Secretaria de Saúde para que realize a reforma no prédio, principalmente com adequações relacionadas à segurança, orientando que seja providenciada, o mais breve possível, toda a documentação necessária para o início das obras.

 

Entre as providências, constam as instalações de hidrantes e dos extintores de incêndio que estão ausentes, do sistema de alarme e detecção de incêndio, a formação de uma brigada de incêndio e a sinalização das rotas de fuga, saídas de emergência, elevadores, quadros de energia, subestação de energia e da central de gás.

 

 

 

Notícias sobre:

reforma dona regina mpe saúde