Palmas, Tocantins -

Estado


Araguaína
1.231 visualizações

Servidores protestam contra federalização do Hospital de Doenças Tropicais

Sintras e funcionários realizarão carreata em Araguaína contra a federalização do hospital de doenças tropicais
- Atualizada em
Descrição: Servidores são contra federalização Web

O Sindicato dos Trabalhadores em Saúde do Estado do Tocantins (Sintras-TO) juntamente com os funcionários do Hospital de Doenças Tropicais (HDT) realizarão uma carreata nesta quarta-feira, 10, às 8 horas, com o intuito de mostrar para o poder público que a federalização do hospital trará prejuízos aos servidores e trabalhadores que laboram na unidade de saúde.

A concentração se dará na frente do HDT onde sairão em carreata até a Praça dos Bandeirantes com cartazes, bandeiras e faixas demonstrando a insatisfação referente à atitude do poder executivo estadual.

Com o slogan “O HDT está agonizando prestes a morrer. Salve o HDT”, os profissionais também estarão pedindo apoio da população, durante toda a carreata, para que o hospital não seja extinto, pois além dos servidores ele também beneficia a população em geral.

Para o sindicato a federalização é uma afronta com os servidores. Mais uma vez o Governo atual fecha serviço de saúde sem consultar categoria e pacientes. Isso é um desrespeito tanto com os servidores quanto com a população.

 “Não podemos aceitar que os direitos dos servidores sejam retirados ou diminuídos em razão de ato da gestão estadual da saúde”, frisa o presidente do Sintras, Manoel Miranda.

Esclarecimentos

No dia 13 de maio último o Sintras protocolou um ofício na Secretaria Estadual da Saúde (Sesau) solicitando ao Governo esclarecimentos como será feito essa federalização, bem como ficará a situação dos servidores que laboram naquela unidade de saúde.

No ofício o sindicato demonstrou sua preocupação de que a situação dos hospitais que a União administra não está melhor que a administração do Estado. E também solicitou informação como ficará o pagamento dos direitos aos servidores do Estado, pois a nossa legislação não permite pagar adicional noturno e insalubridade para servidores cedidos e questiona como que a Sesau vai resolver a situação. 

Mas até o momento a Sesau não encaminhou nenhum documento ao Sintras explicando como será feito essa transição.

 

Doação

O Governo do Estado divulgou no dia 1º de maio último, a doação da Fundação de Medicina Tropical do Tocantins (Funtrop) e do Hospital de Doenças Tropicais (HDT), ambos em Araguaina, para a Universidade Federal do Tocantins.

 Estes espaços servirão para atividades de alunos das áreas de saúde como Medicina, Nutrição, Enfermagem e Serviço Social para ampliação de estudos e pesquisas na área da saúde.

 O HDT passará a ser patrimônio federal quando a Assembleia legislativa aprovar a doação dos espaços.