Palmas, Tocantins -

Estado


Sindiposto-TO
1.271 visualizações

Sindicato quer que postos bandeirados possam comprar de outras distribuidoras

Os revendedores destacam que as três grandes companhias, que detém cerca de 70%, estão segurando as quedas de preços da Petrobras, bem como dos biocombustíveis.
- Atualizada em
Reprodução

O Sindicato dos Revendedores de Combustíveis do Estado do Tocantins (Sindiposto-TO) e outras diversas entidades da área no país enviaram, na semana passada, um ofício à Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) solicitando a liberação para que postos bandeirados possam adquirir combustíveis de outras distribuidoras que tenham preços mais competitivos. A justificativa do documento é que a atual situação exige essa prerrogativa.



Os revendedores destacam que as três grandes companhias, que detém cerca de 70%, estão segurando as quedas de preços da Petrobras, bem como dos biocombustíveis.



Desta forma, elas aumentam suas margens e colocam suas redes em risco, quando competindo com postos sem bandeira que adquirem produtos com custos bem mais baixos. A intenção é que outros sindicatos do Brasil também se posicionem ainda neste mês sobre a questão.



Relação dos sindicatos que enviaram ofícios para a ANP, até dia 3/4/2020:



 1-Pernambuco
 2-Pará
 3-Tocantins
 4-Rondônia
 5-Rio G. do Norte
 6-Ceará
 7-Paraná
 8-Distrito Federal
 9- Sergipe
10-Piauí
11-Paraíba
12-Serra Gaúcha/RS
13-ABC Regran/SP
14-Campinas/SP
15-Alagoas
16-Bahia
17-Sincopetro/SP
18- Blumenau/SC
19 - Roraima
20- Acre
21- Goiás
22-Maranhão
23-Santos
24-Itajai
 

Notícias sobre:

combustivel sindiposto petrobras