Palmas, Tocantins -

Estado


Inseminação Artificial

Sistema Faet/Senar, Estado e Sebrae promovem programa “Mais Genética Tocantins”

Iniciativa vai levar inseminação artificial a pequenos e médios produtores rurais
- Atualizada em
Divulgação/Sistema FAET/SENAR

Com a proposta de levar melhoramento genético a mais de 1.500 produtores rurais em todas as regiões do Tocantins, o Governo do Estado/ em parceria com o Sistema Faet/Senar e o Sebrae, assinaram termo de cooperação para realizar juntos o programa “Mais Genética Tocantins”. O programa pretende fomentar a agropecuária tocantinense ofertando gratuitamente até 100 mil kits de sêmen e os protocolos de inseminação artificial por tempo fixo, uma técnica que promove a sincronização da ovulação das fêmeas bovinas após a administração de medicamentos em dias predeterminados.

 

A assinatura foi realizada nesta quinta-feira, 16, em um evento na Fazenda Parlamento, em Novo Acordo, propriedade que é referência na recria e engorda de gado de corte e no manejo com integração de lavoura e floresta.

 

O presidente da Faet, Paulo Carneiro destacou a importância da retomada das parcerias com o Governo do Estado e a satisfação da iniciativa que amplia uma ação que Senar e Sebrae já estavam realizando. “Nosso programa vai beneficiar 500 produtores, mas agora com essa nova parceria, vamos chegar a 2 mil produtores que terão a oportunidade de melhorar a genética de seus rebanhos e produzir muito mais”, enfatizou.

 

Para o governador Wanderlei Barbosa, a parceria com as entidades garante a execução do programa porque elas sabem chegar até o produtor rural que precisa. “Precisamos garantir que os pequenos e médios produtores também tenham condições de melhorar seus rebanhos como os grandes conseguem”, destacou Wanderlei, que também se comprometeu a melhorar as condições das estradas para escoar a produção e transportar os insumos para as propriedades. “Determinei à Ageto que mantenha equipes permanentes no trabalho de recuperação das nossas rodovias”, disse.

 

Também participaram do evento Rodrigo Guerra, superintendente Federal da Agricultura no Tocantins, Osvaldo Stival, presidente do Sindicarnes e diretor da Cooperfrigu, Moisés Gomes, superintendente do Sebrae, além de autoridades políticas locais e estaduais. O secretário da Agricultura, Jaime Café, e o produtor Élcio Marcântonio Junior, proprietário da fazenda, reforçaram a importância da iniciativa e uma equipe da Seagro fez uma demonstração de como são feitos alguns dos procedimentos que antecedem a inseminação das matrizes.

 

Panorama

 

O Tocantins tem 9,7 milhões de cabeças de gado e, com esse volume de animais, ocupa a 11ª posição no ranking nacional. O estado tem cerca de 55 mil proprietários rurais com atividade na pecuária e o segmento responde atualmente pela segunda parcela mais significativa da economia tocantinense. Em 2021, foram abatidos no Tocantins mais de 830 mil cabeças de gado e o estado responde por 19% do volume das exportações brasileiras nesse setor.

 

O programa “Mais Genética Tocantins” tem financiamento do Banco Mundial, visa o melhoramento genético do rebanho tocantinense e é também uma ferramenta de inclusão social, porque permite proporcionar efeitos diretos na renda do produtor rural. O Senar e o Sebrae também lançaram em outubro um programa com este objetivo, o “Agro Futuro”. Dos 500 produtores que deverão ser beneficiados, 442 já foram cadastrados para o início das atividades.