Palmas, Tocantins -

Estado


Internet

Cientista da computação dá dicas de segurança a empresas que trabalham home office

Em momento de pandemia, alguma empresas preferem trabalhar na modalidade home office; mas e opção exige cuidados, porque riscos de os dados das empresas serem hackeados são grandes, diz técnico.
- Atualizada em
Descrição: Trabalho em casa. Da Web

A crise gerada pela pandemia da Covid-19 não atinge somente a saúde, mas também a economia e o social. É uma cadeia de problemas que abrange vários segmentos e nichos de mercado. Uma das formas encontradas por algumas empresas, por exemplo, foi continuarem seus trabalhos na modalidade home office.

 

No entanto, existem os riscos de os dados das empresas serem hackeados. Isso porque, segundo Ricardo Nascimento, diretor executivo da empresa CRP Tecnologia, as pessoas irão trabalhar em casa, mas acessando os dados da empresa.

 

“As pessoas que vão trabalhar home office precisam ter cuidados em relação à sua rede de computadores da sua casa, aos dispositivos usados para conexões com a internet e também com os sistemas utilizados em seu computador, tais como sistema operacional, antivírus e firewall, entre outros”, explica Ricardo.

 

Caso essas ferramentas não estejam corretamente configuradas e atualizadas, o hacker pode ter acesso aos dados e bloquear, por exemplo, esses dados e aí a empresa fica sem acesso a eles, correndo o risco ter grandes prejuízos.

 

A primeira providência do profissional que vai trabalhar em casa com o computador da empresa – aconselha Ricardo – é verificar se o equipamento tem uma configuração adequada, se está configurado e se o Windows e antivírus estão atualizados. Esse é o primeiro ponto. Além disso, ele recomenda usar uma ferramenta que a chama de VPN, que faz a proteção do equipamento durante o percurso da empresa até a casa desse profissional.

 

“Essas ferramentas VPN, firewall e antivírus devem ser bem protegias”, reitera o diretor executivo da CRP Tecnologia.

 

A seguir, algumas dicas apresentadas por Ricardo Nascimento:

 

 

Senha da rede de internet

 

Antes de tudo, é de extrema importância verificar se a senha do Wi-Fi que será utilizado para o trabalho não esteja configurada com a senha padrão de fábrica. Essa medida deve ser tomada, pois o tipo de código vindo do fabricante costuma ser conhecido no ambiente tecnológico, e com essa senha exposta, um hacker poderá ter seu acesso facilitado e com poucos esforços conseguir invadir o ponto principal da rede e infectar outros aparelhos.

 

Máquina utilizada

 

Os procedimentos de segurança se diferenciam de acordo com a máquina utilizada para o trabalho. Caso o funcionário utilize o computador da empresa, cuidados em relação à rede de internet adotada terão que ser realizados. Além disso, é necessário que a organização avalie a máquina após retornar para o ambiente de trabalho.

 

VPN

 

Mesmo realizando medidas de segurança na rede doméstica, a melhor forma de proteger dados da empresa ao trabalhar em home office é através da utilização de VPN, que em português significa Rede Privada Virtual. A VPN tem como objetivo a integração de dispositivos remotos às redes corporativas garantindo a segurança.

 

Evite usar dispositivos de armazenamento

 

Os pendrives, HDs externos e outros dispositivos utilizados para armazenamento de dados são meios para a entrada de vírus e devem ser evitados tanto nas organizações, quanto no home office.

 

Armazenamento em nuvem

 

Além de ser a solução que substitui os dispositivos de armazenamento móveis, é o modo mais eficaz e seguro de salvar e compartilhar informações. A nuvem pode ser utilizada em vários casos, como em situações em que os colaboradores das empresas não necessitam acessar totalmente o sistema interno da sua organização. Dessa forma, o arquivo em que o funcionário precisar acessar pode ser salvo na nuvem e somente aquele dado será visualizado pelo funcionário.

 

 

 

Notícias sobre:

home office cuidados hackers riscos