Palmas, Tocantins -

Estado


Destaque
1.381 visualizações

Tocantins ganha reconhecimento nacional pela divulgação de dados sobre a Covid-19

O secretário estadual da Saúde, Edgar Tollini, destacou que “a avaliação mostra que o trabalho realizado por toda equipe da Secretaria está no caminho certo".
- Atualizada em
Descrição: Tollini destaca empenho das equipes da saúde. Divulgação

A transparência nos dados relacionados à pandemia sobre Covid-19, nos 26 estados brasileiros e no Distrito Federal, foi avaliada pela ONG Open Knowledge Brasil (OKBR).

 

A metodologia atribui pontuação de até 100 pontos aos estados e classificação como alta, boa, média, baixa e opaca. De forma geral, o Tocantins foi avaliado como médio (50 pontos), sendo o 4º colocado, ficando atrás apenas de Pernambuco - 81 (alto), Ceará - 69 (Bom) e Rio de Janeiro - 64 (Bom).

 

O estudo também apontou a o Estado do Tocantins, como o único estado da Federação que tem o número de testes de diagnóstico da  doença  disponíveis para a população.

 

Para o titular da Secretaria de Estado da Saúde do Tocantins (SES-TO), Dr. Edgar Tollini “a avaliação mostra que o trabalho realizado por toda equipe da Secretaria está no caminho certo, pois temos primado por uma assistência digna, célere e humanizada, aliada ao compromisso com a transparência nas informações, em todos os âmbitos as saúde pública”, destacou.

 

O estudo analisou todas as informações como boletins epidemiológicos; informes;  detalhamento de informações, como idade, sexo; hospitalização dos brasileiros diagnosticados; oferta e ocupação de leitos; quantidade de testes disponibilizados e realizados e o formato das plataformas onde as informações podem ser acessadas, disponíveis no sites oficiais dos governos e de suas secretarias de saúde, até o dia 02 de abril. 

 

A pesquisa completa pode ser acessada no aqui

 

Ranking completo

 

1. Pernambuco - 81 (Alto)

2. Ceará - 69 (Bom)

3. Rio de Janeiro - 64 (Bom)

4. Tocantins - 50 (Médio)

5. Minas Gerais - 48 (Médio)

6. Maranhão - 45 (Médio) e Mato Grosso do Sul - 45 (Médio)

7. Roraima - 40 (Médio)

8. Rio Grande do Sul - 36 (Baixo) e Governo federal - 36 (Baixo)

9. Alagoas - 33 (Baixo) e Bahia - 33 (Baixo)

10. Mato Grosso - 31 (Baixo) e São Paulo - 31 (Baixo)

11. Rio Grande do Norte - 29 (Baixo)

12. Distrito Federal - 21 (Baixo) e Piauí - 21 (Baixo)

13. Amazonas - 17 (Baixo)

14. Acre - 14 (Baixo) e Goiás - 14 (Baixo)

15. Amapá, Espírito Santo, Paraíba, Paraná, Santa Catarina e Sergipe - 10 (Opaco)

16. Pará - Zero (Opaco) e Rondônia - Zero (Opaco)