Palmas, Tocantins -

Estado


Iniciativa
543 visualizações

UFT amplia produção de álcool em gel para ajudar no combate à Covid-19

A ação visa contribuir com a demanda pelo produto por profissionais da saúde, instituições públicas e população de baixa renda.
- Atualizada em
Descrição: Produção de álcool em gel por técnicos e pesquisadores da UFT Divulgação

A produção de álcool em gel por técnicos e pesquisadores da Universidade Federal do Tocantins (UFT) está sendo ampliada. A iniciativa, que teve início no Câmpus de Gurupi, no mês de março, agora também se estende aos câmpus de Palmas e Araguaína. A ação visa contribuir com a demanda pelo produto por profissionais da saúde, instituições públicas e população de baixa renda. “Devido à situação apresentada pela pandemia do Covid-19, o produto tem muita procura, tornando-se escasso e com valor aumentado”, explica o professor Emerson Guarda, do colegiado de Engenharia Ambiental, responsável pela produção do álcool no Câmpus de Palmas.

 

Em Araguaína

 

Além de utilizarem os insumos que já possuem para a produção do álcool, os câmpus da UFT têm buscado parcerias para a continuidade da ação.
Em Araguaína, por exemplo, a Prefeitura do município garantiu a compra dos reagentes e outros materiais necessários à ampliação da escala de produção. Sob a coordenação do professor Edenilson dos Santos Niculau, do colegiado de Química, já ocorre a fabricação, em pequena escala, de álcool gel 70% (m/m) e álcool glicerinado 80% (v/v). A parceria com a Prefeitura objetiva, em especial, suprir a demanda da Secretaria Municipal de Saúde e do Hospital Universitário de Doenças Tropicais (HUDT).

 

Em Gurupi

 

No Câmpus de Gurupi - primeiro a implementar a ação -, já foram produzidos 430 litros de álcool glicerinado, conforme a disponibilidade de reagentes dos laboratórios. Sob coordenação da Juliana Holzbach, do colegiado de Química Ambiental, a produção foi distribuída em 15 locais, entre os quais estão o Hospital Regional, o Hemonúcleo, a Polícia Militar e a Polícia Rodoviária Federal. Para dar continuidade à produção, já estão firmadas parcerias com a Prefeitura Municipal, empresas e outras instituições de ensino.

 

Em Palmas

 

Em Palmas, o Laboratório de Pesquisa em Química Ambiental e de Biocombustíveis (LAPEQ), coordenado pelo professor Guarda, vem produzindo álcool glicerinado e álcool gel e distribuído, a princípio, entre os funcionários da UFT. No entanto, com uma parceria recentemente firmada com o Ministério Público do Trabalho (MPT) do Tocantins, a produção será ampliada e disponibilizada também a outras entidades. “Um diferencial da iniciativa no Câmpus de Palmas é a utilização de outro gelificante em substituição ao Carbopol, reagente utilizado no álcool gel que simplesmente não é mais encontrado no mercado. Em substituição, estamos usando  Carboximetilcelulose: um polímero natural, inerte e mais barato que o Carbopol, mas com a mesma eficiência”, destaca Guarda.