Palmas, Tocantins -

Estado


Operação Pronto Socorro
3.871 visualizações

Vanda Paiva sai da prisão após pagar fiança e diz se sentir injustiçada

Em entrevista exclusiva ao T1 quando saía do Quartel do Comando Geral, a ex-secretária comentou a operação da PF e contou como foram os oito dias em que ficou detida.Vanda estava visivelmente abatida.
- Atualizada em
Descrição: Vanda pediu para que não fosse fotografada no QCG Bonifácio/T1Notícias

Vanda Paiva saiu do Quartel do Comando Geral da Polícia Militar nesta terça-feira, 16, após passar oito dias presa. Falando com exclusividade ao Portal T1 Notícias no momento em que deixava o local, a ex-secretária de Saúde do Tocantins resumiu sua prisão a “dias tristes”, em que pagou por uma coisa que não fez. A soltura de Vanda aconteceu após o pagamento de fiança no valor de R$ 72,4 mil, já que o TRF reduziu o valor.

 

“Foram dias tristes demais. Ainda mais porque eu sei que não tenho culpa. Me sinto injustiçada”, declarou.

 

Vanda Paiva ponderou que um secretário assina centenas de processos por dia e que é impossível ler todos eles. “Mas, mesmo assim, a gente sabe que nunca houve fraude e sim um engano. Um engano em um item que foi colocado por engano e que não foi adquirido por mim”, disse.

 

A ex-secretária afirmou que quando foi verificado o engano “a gente não adquiriu nada. Não pagou nada, não tem nenhum dano ao erário. Nunca fiz nada minha gestão que não fosse para beneficiar um paciente”, declarou.


Vanda Paiva afirmou que as compras que fez sem licitação foram aquelas cuja urgência em salvar vidas desburocratizou o processo. “Eu nunca fraudei uma licitação. Todos os pregões da minha gestão foram pregões eletrônicos, dando a oportunidade para todo mundo, sempre ouvindo a área técnica”, destacou.

 

Injustiçada é a forma que Vanda Paiva afirmou se sentir. “Deus é muito justo e vai provar se houve culpado, quem são os culpados”. A ex-gestora disse, ainda, que depois de ter passado tantos dias presa, se sente muito triste, abalada e preocupada com sua família.

 

Sobre a ação do MPF

Para Vanda Paiva a Polícia Federal apenas cumpriu seu papel. “A Polícia Federal não tinha inquérito e não tinha investigação. Foi cumprir uma determinação do MPF e da Justiça que também não tinha uma apuração dos fatos”, afirmou.


Sobre o questionamento de seus advogados referente ao processo do MPF, Vanda Paiva preferiu deixar que sua defesa se manifeste a respeito.

 

Vanda Paiva deixou o QCG pouco antes das 17 horas em uma viatura da Polícia Militar. Acompanhada do advogado Edmilson Domingos de Sousa Júnior, familiares, ela foi levada ao Instituto Médico Legal (IML) para exames. 

 

Saiba mais:

Empenhos e pagamentos de material inservível foram feitos após saída de Vanda

TRF reduz fiança de Vanda Paiva e advogado trabalha para libertar ex-secretária

Advogado de Vanda Paiva pede redução da fiança e ingressa com HC

Vanda, Gastão e outros dois presos na operação da PF são transferidos para QCG

 

(Atualizada às 08h57 do dia 17/12)