Cinco dicas para se planejar financeiramente em 2022

Analista de ações do Kinvo, Beto Assad, explica como se organizar para pagar as contas de início de ano e como manter tudo em dia nos outros 11 meses

 No início do ano, é comum que as pessoas estabeleçam metas para serem cumpridas ao longo dos próximos meses. Organizar as contas e fazer um planejamento financeiro é o desejo de muitas pessoas, afinal, nada melhor do que começar o novo ciclo com saldo positivo e planos de investimento para realizar um sonho.

 

Para Beto Assad, analista de ações e consultor financeiro do Kinvo, aplicativo que consolida investimentos de bancos e corretoras em um só lugar, o planejamento financeiro é fundamental para garantir o pagamento das contas em dia e possibilitar que as pessoas consigam guardar e investir ao longo dos meses. “Estamos vivendo um momento muito complicado do ponto de vista econômico, com inflação em alta e várias incertezas no mercado. Portanto, organizar-se financeiramente pode evitar problemas como multas por atraso no pagamento de contas, além de estimular o hábito de guardar e investir dinheiro para criar reservas de emergência”, explica o especialista.

 

Por isso, se você ainda não sabe por onde começar para organizar as suas finanças em 2022, Beto traz algumas dicas. Confira abaixo.

 

1) Comece pelas contas de início de ano

 

O começo do ano é marcado por um volume maior de despesas como o IPTU, IPVA, matrícula, materiais escolares etc. Como são gastos previstos, o ideal é se preparar para arcar com os gastos antes do início do ano. Anote tudo o que precisa ser pago e quais contas podem ser parceladas, caso não seja possível quitá-las de uma só vez.

 

Tente organizar as contas de acordo com a sua realidade financeira, de forma que seja possível pagar tudo em dia, sem ficar no vermelho.

 

2) Estabeleça os seus objetivos

 

Ter um objetivo claro em mente é fundamental para se organizar financeiramente. Afinal, planejar de acordo com um propósito pode estimular a pessoa a cumprir todas as metas traçadas. Se o objetivo da família é realizar uma viagem internacional, por exemplo, determine o quanto é preciso guardar para conseguir alcançar essa meta. A partir disso, analise onde é possível cortar ou diminuir gastos.

 

3) Seja realista em relação à sua saúde financeira

 

Infelizmente, os últimos meses têm registrado uma alta acelerada da inflação, impactando principalmente os brasileiros que possuem uma renda menor. Por isso, é importante ser bem realista na hora de montar o planejamento financeiro. Não gaste mais do que ganha e, caso esteja endividado, entre em contato com a instituição financeira para renegociar o valor e tente quitar a dívida o quanto antes.

 

Para isso, mapeie todos os gastos frequentes e essenciais, priorizando o pagamento dessas despesas.

 

4) Crie uma reserva de emergência

 

Ter uma reserva de dinheiro é essencial para situações de emergência ou imprevistos, como a perda do emprego, gastos com saúde, conserto do carro etc. É importante que o dinheiro guardado seja de fácil acesso, sendo possível o resgate no curtíssimo prazo. Para calcular o valor dessa reserva, é importante considerar o valor médio dos seus gastos mensais e multiplicar por, pelo menos, 6 meses. Sempre que for montar o seu planejamento financeiro, considere montar uma reserva para essas situações.

 

 5) Faça investimentos

 

Por fim, é importante aplicar o seu dinheiro com o objetivo de geração de renda a longo prazo, evitando deixá-lo na poupança. Pode-se investir tanto na renda fixa quanto na variável, de acordo com o perfil de risco. Esse hábito permitirá que você junte dinheiro para realizar alguma aquisição de patrimônio, uma viagem ou que se prepare para ter uma aposentadoria com tranquilidade e qualidade de vida.

 

Sobre o Kinvo

 

O Kinvo é um aplicativo de consolidação que possibilita o controle, a análise e o acompanhamento de todos os investimentos em um só lugar. Com operações iniciadas em 2018, a ferramenta conta com mais de 750 mil usuários, R$ 170 bilhões em ativos cadastrados, quase 10 milhões de interações de cadastros de aplicações e tem como missão transformar a relação entre as pessoas e os investimentos. Com uma interface intuitiva e análises apuradas, é ideal tanto para investidores mais experientes quanto para os iniciantes terem mais autonomia e serem capazes de tomar decisões mais assertivas para melhorar seus resultados. Em março de 2021, foi adquirido pelo BTG Pactual digital, maior banco de investimentos da América Latina. 

Comentários (0)