Palmas, Tocantins -

Geral


Estado
1.697 visualizações

Dimas apresenta documentos de pagamento de lote na Arso 44, que teria sido vendido em duplicidade: PGE negociou troca

O secretário das Cidades do governo atual, ex-deputado federal Ronaldo Dimas, encaminhou documentos ao Site Roberta Tum comprovando que adquiriu um lote na Arso 44 ainda em 1994. Segundo sua assessoria, ao tentar vender o lote - que não estava escrit...
- Atualizada em

Embora estivesse incluído na relação de lotes vendidos em balcão, e não nas dações em pagamento por dívidas do Estado, o secretário Ronaldo Dimas, encaminhou nota de esclarecimento ao Site Roberta Tum informando ter sido beneficiado por uma permuta de dois lotes residenciais na antiga Arso 71, 703 Sul, em troca de lote de sua propriedade na Arso 44, adquirido em 1994, via cessão de direito, e que teria sido comercializado em duplicidade pela Codetins.

A nota diz que a negociação com a Codetins foi feita pelo seu procurador Rivaldo Ferreira Miranda. Em anexo, um relatório do procurador relata a transação que teria sido feita diretamente com o ex-procurador Geral do Estado, Haroldo Rastoldo. “Ao procurar o setor de regularização do órgão Codetins, tive a informação que o mesmo (lote) teria sofrido um ato administrativo e não estaria mais em nome do seu verdadeiro proprietário, e sim escriturado em nome de terceiro”, explica o procurador de Dimas.

Adiantando a transação que resultou em permuta, Rivaldo Ferreira afirma que o procurador geral ofereceu um lote residencial na Arso 71, proposta que foi recusada inicialmente, tendo então Rastoldo oferecido dois: “o procurador me propôs um lote na quadra Arso 71 com a mesma metragem do lote anterior, eu falei para ele que não aceitaria sua proposta, pois, o lote da quadra Arso 44 era mais valorizado, sendo assim ele me fez a segunda proposta, na qual me daria outro lote para a compensação da valorização do outro”.

Documentos anexos

Um documento de cessão de direitos repassado a Ronaldo Dimas por Cícero Romão Rodrigues Valadares, foi apresentado pela assessoria do secretário, com firma reconhecida em cartório datada de 14 de outubro de 1994. Comprovantes de pagamento autenticado em banco de um carnê de 1993 também foram anexados.