Palmas, Tocantins -

Geral


947 visualizações

Dulce Miranda sobe o tom e responde Raul

...
- Atualizada em

A tarde do domingo foi de campanha em Taquaruçu. Nilmar chegou com a primeira-dama Dulce Miranda e começou mais cedo a caminhada programada para o final da tarde no distrito. O amarelo tomou conta das ruas com a militância da Aliança da Vitória. Desta vez, no entanto, a caminhada de porta em porta pela avenida Belo Horizonte fugiu do padrão dos "arrastões", feitos na JK em Palmas. Nilmar e Dulce pararam para cumprimentar e ouvir as pessoas.

 Depois de uma breve volta subindo pela rua 08, da Igreja Católica, e subindo pela Belo Horizonte de novo, a claque se reuniu na praça Maracaípe. E foi aí que Taquaruçu pode ouvir, pela primeira vez, o discurso magoado da primeira-dama Dulce Miranda, que respondeu as críticas que tem sido feitas em público pelo candidato Raul Filho, e por Wanderley Barbosa, vereador de Taquaruçú têm feito ao governador.

Poderia parecer um fato isolado da campanha, mas não é. A verdade é que ao atacar o governador, e seu ato de recontratar os 35 mil servidores demitidos por força de decisão judicial, Raul Filho mexeu em vespeiro. Sempre contida e comedida nos seus discursos, Dulce Miranda partiu para o ataque, lembrando que até bem pouco tempo, quando o prefeito ainda esperava o apoio do governador à sua campanha Raul era só elogios a Marcelo. Emocionada, e com a voz por várias vezes embargada, a primeira-dama disse que não admite as críticas do prefeito, ao homem "que teve a coragem de enfrentar a justiça para defender seus servidores".

Pedindo desculpas ao público por se referir ao adversário -  coisa que não é do seu feitio -  Dulce disse que o prefeito mente à população, ao dizer que passou quatro anos arrumando a casa. "A saúde não espera, a fome não espera! Quando diz que ficou quatro anos arrumando, organizando, é mentira. Por que Marcelo também teve que organizar nos primeiros 4 anos, mas fez isso sem deixar de trabalhar pelo seu povo".

Com Wanderley, a primeira-dama foi ainda mais dura. Disse que para andar dizendo o que diz nas ruas de Taquaruçu, o vereador precisaria "passar óleo de peroba na sua cara". Antes dela, o candidato a vereador Fernando Rezende, já havia dado o tom do ataque a Wanderley Barbosa, denunciando a prática assistencialista adotada por Barbosa ao dividir verba de gabinete para manter atreladas a si, 70 famílias do distrito e emendando "acorda, Taquaruçú!"

O que ficou para a população do distrito, e para quem não está habituado a ouvir a primeira-dama bater assim, é que a campanha realmente subiu de tom. Responeu a ataques pessoais feitos ao governador.  O caminho perigoso foi adotado por quem atacou primeiro. Quem até ontem era companheiro de palanque do governador, e que agora, deixa de preservar uma boa relação para ir ao tudo ou nada em 40 dias de campanha.

Daqui a pouco, a campanha passa, e Marcelo Miranda é governador por mais dois anos e quase meio. Independente de quem seja eleito em 05 de outubro.

roberta@blogdatum.com